Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Solto, João Abreu usará tornozeleira eletrônica e não pode ter contato com Roseana Sarney



Do Marrapá
Investigado por receber propina de R$ 3 milhões do doleiro Alberto Youssef quando era secretário de Roseana Sarney, João Abreu recebeu habeas corpus na tarde desta terça (29) por parte do Tribunal de Justiça.
O desembargador José Luiz pediu que, para que saísse da prisão onde estava desde a tarde da última sexta (25), a Justiça se cercasse de todas as providências para que João Abreu não fuja, omita provas ou combine depoimentos e versões com os demais investigados.
Com isso, João Abreu passará a usar tornozeleira eletrônica para ser monitorado pela Justiça do Estado até o julgamento final da ação. Segundo determinação do desembargador, João Abreu também não poderá falar com a ex-chefe Roseana Sarney e nenhum dos envolvidos na operação Lava Jato – de onde seu processo se originou.
Ele também está proibido de exercer cargo público em todo o território nacional e também não poderá e deixar o país. A decisão do desembargador o obrigou a entregar seu passaporte à Justiça em até 48 horas e comparecer, todos os meses, para informar e justificar suas atividades ao Poder Judiciário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.