Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Maranhão apresenta bom desempenho no mercado de trabalho pelo terceiro mês consecutivo


O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC) divulgou nesta quarta-feira (30) a Nota Mensal de Conjuntura Econômica sobre Mercado de Trabalho Formal do Estado do Maranhão, referente ao mês de agosto de 2015. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED foi registrada a abertura de 947 vagas de empregos formais no Maranhão, colocando o Estado em evidência, em termos de bom desempenho no mercado de trabalho, pelo terceiro mês consecutivo no cenário nacional.

O economista do IMESC, Geilson Bruno, explica os números positivos do mercado de trabalho no Maranhão. “Considerando a distribuição setorial das contratações, os destaques positivos foram os segmentos da Construção Civil, que já registrava recuperação desde o mês de maio, e os Serviços, que surpreenderam devido a melhor performance, em relação ao mês anterior, em alguns segmentos”. Com o resultado, o Maranhão obteve terceiro lugar do Nordeste e quarto no país em termos de geração líquida de empregos formais em agosto de 2015.

As atividades ligadas à produção de etanol, contribuíram expressivamente para a geração de empregos formais no Estado, em especial, nos municípios Campestre do Maranhão, com mais 1,5 mil empregos, Coelho Neto, com mil novos empregos e Aldeias Altas, com 940 novos empregos.

A Nota de Mercado de Trabalho é um dos objetos analisados pelo Boletim de Conjuntura Econômica, publicado trimestralmente pelo IMESC. A proposta é fazer uma discussão do resultado do comportamento do emprego formal maranhense a partir do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED), tendo como referência a região Nordeste e o Brasil, divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O CAGED trata do fluxo entre admitidos e desligados e constitui-se em um importante termômetro do desempenho dos setores de atividade econômica.Para ter acesso à nota de Mercado de Trabalho, veja no link:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.