Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Equipes do projeto Rondon e comunidades discutem temas ligados a realidade dos municípios



Um dos focos das palestras oferecidas pelas equipes do Projeto Rondon Regional/Especial, ‘Operação Bscuri’, realizadas em cinco cidades do interior do Maranhão, tem sido o debate sobre assuntos relacionados ao dia-a-dia da população dos municípios onde ocorrem as atividades do projeto.

Intolerância religiosa, distúrbios de aprendizado, violência contra a mulher, gravidez na adolescência, prevenção e combate a doenças, como a dengue, zika, chikungunya e AIDS são alguns temas abordados pelos jovens universitários participantes do projeto com as comunidades beneficiadas.

As oficinas e palestras do Projeto Rondon Regional/Especial foram iniciadas na segunda-feira (18) e seguem até o dia 29, nos municípios de Bacuri, Serrano do Maranhão, Pedro do Rosário, Conceição do Lago Açu e Governador Newton Bello.

Mais de 100 jovens e professores universitários, de sete instituições de ensino superior do Maranhão, participam do projeto. A ação integra o plano definido pelo governador Flávio Dino à juventude. Reforça o compromisso da gestão estadual em promover a participação dos jovens no desenvolvimento sustentável dos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado, contribuindo para elevar os índices sociais nessas localidades.

No município de Governador Newton Bello, os rondonistas promoveram, durante esta semana, uma oficina sobre a intolerância religiosa na sociedade. As equipes de estudantes, formadas por alunos do campus da Universidade Federal do Maranhão (Ufma) em São Luís e o do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Ifma) em Caxias, incentivaram um debate aberto para todas as opiniões.

Com uma participação acima das expectativas, os participantes expressam livremente suas opiniões e compartilhar depoimentos sobre o assunto. “Podemos notar que, embora a cidade seja pequena, tem uma diversidade religiosa muito grande. Mesmo assim, há muitos casos de intolerância. Alguns deles inclusive foram relatados e discutidos na oficina”, explica a aluna do curso de Serviço Social da Ufma, Shara Caroline.

De acordo com Emanuela de Oliveira, funcionária da área da educação e participante da oficina, os ensinamentos repassados são importantes para quem trabalha com um público heterogêneo. “Eu participei e vou partilhar o tema em sala de aula, pois, na escola, lido com alunos de diversas religiões. Para ela, o Projeto Rondon está ajudando a romper com alguns preconceitos religiosos enraizados nas pessoas.

A secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, ressaltou a importância dos temas discutidos durante as palestras realizadas pelos rondonistas nos municípios maranhenses. “O projeto Rondon tem colocado em pauta temas fundamentais para a realidade de cada um dos cinco municípios, despertando, em crianças, jovens e adultos, a consciência para lidar, prevenir ou combater muitos problemas lidados as problemáticas abordadas”.

Em Conceição do Lago Açu, um grupo de professores da rede estadual e municipal de ensino, participou de uma palestra sobre distúrbios de aprendizado. Foram debatidas as formas como detectar e como lidar com casos de dislexia, dislalia, disgrafia, disortografia e discalculia no ambiente escolar e familiar.

A oficina foi maravilhosa. Vou levar o aprendizado para meus alunos, na sala de aula, e para minha família, porque às vezes, esses distúrbios podem ser trabalhados em casa mesmo”, afirmou a professora do Ensino Fundamental, Delcinda da Silva, que tem 35 anos de profissão.

A professora lembrou que os ensinamentos adquiridos ajudam a trabalhar as temáticas com crianças, adolescentes e jovens “Na sala de aula, muitas vezes, somos professores e assumimos papeis de pais e de psicólogos. Então, essa palestra foi muito importante nessa nossa missão”.

As atividades da ‘operação Bacuri’ seguem até o dia 29 nos cinco municípios participantes. Os rondonistas realizam diversas palestras e oficinas sobre os temas de comunicação, saúde, cultura, educação, meio ambiente, trabalho, tecnologia, produção, direitos humanos e justiça, além da prestação de diversos serviços a população.

Um comentário:

  1. Parabéns ao pessoa do Projeto Rondo,acrescentando muito a Serrano.

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.