sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Flávio Dino assina Termo que garante acesso à internet nos municípios maranhenses



Nesta quinta-feira (14),no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino recebeu o ministro das Comunicações, André Figueiredo, onde assinou convênio de parceria técnica com o Governo Federal, Termo de Cooperação Técnica, que tem como objetivo contemplar cidades maranhenses, até as mais remotas, com internet de qualidade.

O ministro pode contribuir muito com nossos projetos pela democratização dos meios de comunicação”, frisou o governador Flávio Dino

Durante o encontro, o ministro pontuou que garantiu para o estado a concessão de 29 rádios comunitárias, até 2017, por meio do Plano Nacional de Outorgas. Também serão contemplados 16 municípios maranhenses com novas rádios FM que terão fins educativos. Outra medida que vem beneficiar o estado é o‘Cidades Digitais’, que será implantado em 26 cidades maranhenses. O programa promete colocar as cidades em um patamar de acesso à informação nunca antes experimentado, através da tecnologia de fibra óptica que será instalada em diversos pontos estratégicos como postos de saúde, CRAS, CREAS, praças, pontos de mototáxi, escolas, entre outros.

É, sem dúvida, um momento simbólico que trará resultados. Temos tido o firme propósito de tomar medidas efetivas, que não fiquem apenas no papel. Por isso, optamos por conhecer cada realidade das regiões. E o Maranhão está entre os estados contemplados com este amplo projeto, dadas as suas potencialidades e plenas condições”, avaliou o ministro.

Estavam presentes à solenidade o vice-governador, Carlos Brandão; chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares; o presidente da Assembleia, Humberto Coutinho; o prefeito Edivaldo Holanda Júnior; o secretário de Estado de Comunicação, Robson Paz; o adjunto de Estado da Ciência, Tecnologia, Jhonatan Almada; o secretário de Estado de Transparência, Rodrigo Lago; o deputado federal e líder da bancada do PDT na Câmara, Weverton Rocha; o secretário municipal de Comunicação, Batista Matos, entre outras autoridades.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.