Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Flávio Dino lança Novo Distrito Industrial de São Luís



Impulso para a economia, atrativo para o empresariado e geração de emprego para a população maranhense. O Novo Distrito Industrial de São Luís vai possibilitar, além destas, inúmeras oportunidades para desenvolvimento do setor no Maranhão. A inauguração foi anunciada pelo governador Flávio Dino, em solenidade na manhã desta quinta-feira (21), no Palácio dos Leões.
“Trabalhamos para que o Maranhão não seja excluído do ciclo da prosperidade. Temos todas as potencialidades para crescer e um empresariado interessado em investir. Essa nova área vem atender a demanda e proporcionar o desenvolvimento econômico”, disse o governador aos empresários maranhenses e de outros estados e presidentes das instituições locais, que acompanharam o evento para conhecer o novo espaço de negócios.
A Nova Área Industrial de São Luís será implementada no prazo de seis meses e 22 empresas já firmaram compromisso para se instalar no local, representado a geração de mais de quatro mil vagas de trabalho. Estrategicamente localizada, a área fica às margens da BR-135, saída da capital e nas proximidades do Porto do Itaqui e do Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado.
Somado à localização, a área terá ruas pavimentadas, rede de internet, setor administrativo, serviços bancários e públicos – com ligação de água e energia, estacionamento de grande porte, portaria e base para tratamento de resíduos sólidos e líquidos. O novo centro industrial vai atender empresários de diversos segmentos que já visavam o estado, mas não encontravam espaço dotado de infraestrutura, tecnologia, logística para investir.
O novo centro se diferencia por ser todo legalizado e oferecer condições para investimento. A área de 220 hectares está toda dividida em lotes e caberá a cada empresário realizar as benfeitorias necessárias a partir da infraestrutura disponibilizada pelo Governo do Estado.
“Em governos anteriores foram abertas áreas industriais, mas que nunca foram adequadamente utilizadas. Neste novo centro o empresário terá condições de desenvolver seu negócio, tendo à disposição toda a logística que precisa”, enfatizou o secretário de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), Simplício Araújo. O secretário pontuou, ainda, os benefícios promovidos pelo governo com a desoneração de impostos, desburocratização de processos e relacionamento franco com o setor empresarial.
Durante a solenidade, nove empresários assinaram o Protocolo de Intenções com a garantia de ocupação e propriedade da área por meio de escritura. O presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago, avaliou que espaço representa um novo meio de expansão, integrado ao Porto do Itaqui, com a missão fundamental de atrair investimentos para o Maranhão. “Com essa nova área, se consolidam as estratégias do Porto devido à proximidade, com segurança, infraestrutura e acessos”, reiterou.
O presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edílson Baldez, destacou a necessidade de implantação da área. Segundo ele, havia uma carência no setor por um espaço deste porte. O empresário que queria investir no Maranhão estava impedido. “Parabenizo o governador Flávio Dino pela iniciativa de implantar uma área com esta estrutura que vai permitir o avanço dos negócios no setor”, frisou Baldez.
Os negócios a serem instalados na nova área são no ramo de transporte e logística, fertilizantes, móveis e varejo de alimentos, entre outros. Empresários do Maranhão e de outros estados estiveram presentes ao lançamento do espaço e já firmaram compromisso de iniciar imediatamente as adequações para suas atividades. O empresário Jean Carlos Gomides, que atua no ramo de transporte e armazenamento de produtos, do Paraná, está com todo o planejamento para as instalações físicas da empresa de imediato. “Já negociamos com o Maranhão e o acesso da área com pontos estratégicos para os negócios foi o que nos atraiu para este centro. Assim que a área estiver pronta, vamos ocupá-la e trabalhar”, enfatizou.
O empresário do varejo de alimentação, Antônio Iris de Oliveira, do Grupo Carone, classificou como de extrema importância uma área que oferece as condições do novo centro industrial da capital. “Estamos com propósito de ampliar ainda mais o nosso mercado com a atuação neste novo centro de negócios que oferece todas as condições indispensáveis para qualquer empresário expandir”, ressaltou o empresário, que é maranhense. Empresários interessados podem obter orientações da Seinc sobre as áreas disponíveis e incentivos fiscais no Estado, na sede da entidade, no Ed. Nagib Haickel, Calhau ou pelo site: www.seinc.ma.gov.br.
Instalação
Dentro de 45 dias, as nove empresas que já assinaram contrato iniciarão as atividades no Novo Distrito Industrial de São Luís. Até o final do ano, os outros 13 estabelecimentos estarão em atuação. A nova área será consolidada estruturalmente pelo Governo do Estado, no prazo de seis meses.
Para o Distrito Industrial, no Maracanã, o governador informou que será realizada a readequação do espaço com estímulo aos negócios em andamento e retorno ao Governo das áreas que estão ociosas. “Trabalhamos para melhorar os indicadores sociais do estado e qualificar mão de obra para servir e também empreender”, concluiu Flávio Dino. Mais de 120 empresários mostraram interesse em desenvolver negócios na nova área. O projeto terá, ainda, outras duas etapas de ampliação, cujas fases serão definidas em conjuntamente entre governo e setor empresarial.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.