Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Governo planeja ações para eliminar, diminuir e prevenir riscos sanitários à saúde da população



Luís Marcelo Vieira,superintendente da Vigilância Sanitária Estadual
Planejar para intensificar ações educativas de inspeção e fiscalização que possam eliminar diminuir e prevenir o risco sanitário, protegendo a saúde da população, é a finalidade do Seminário de Avaliação, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde por meio da Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa).
Durante o seminário encerrado nesta quinta-feira (21), no auditório do Parque Botânico da Vale, em São Luís,foram apresentadas as metas alcançadas pela Suvisa em 2015, no que se refere à gestão, capacitação, inspeção, fiscalização, como também as dificuldades enfrentadas pelo órgão para realização do trabalho.
Momento de interação entre os técnicos da Vigilância Sanitária
Os temas principais de discussão foram pautados na análise dos avanços e perspectivas da Vigilância Sanitária Estadual: descentralização das ações entre as esferas estaduais e municipais, implantação da gestão do risco e participação social nas ações de capacitação e educação permanente.
“Buscamos discutir o processo de trabalho e a forma como a Vigilância Sanitária se relaciona com a sociedade. É importante esclarecer que a Visa vai além do aspecto sanitário – também há o aspecto econômico, impactando na vida econômica, cultural e no trabalho das pessoas. Estamos buscando fazer uma Visa mais eficiente, para que esses aspectos se desenvolvam de forma educativa, inclusiva e participativa”, ressaltou o superintendente da Vigilância Sanitária Estadual, Luís Marcelo Vieira Rosa.
Silvio Champoudry, especialista em TI (tecnologia da informação) da Suvisa, ressaltou a importância do seminário. “É muito bom podermos avaliar o que foi feito, quais as dificuldades enfrentadas durante o ano, e o que fazer para que agora em 2016 a Vigilância Sanitária possa oferecer serviços com mais eficiência a população”, contou Champoudry.
Ainda fizeram parte das discussões do seminário, o trabalho da Suvisa de regular os processos e produtos que interferem na saúde das pessoas, a fiscalização e monitoramento, aplicação de infrações, intimações e interdição, quando necessário. No seminário também foram realizadas dinâmicas de grupo, abordagens sobre instrumentos de planejamento e gestão, painel sobre desempenho, levantamento de dados, e a construção e elaboração de propostas a curto, médio e longo prazo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.