Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Governador entrega reforma do Batalhão da PM e lança ação de combate ao Aedes Aegypti em Timon



Dando continuidade a agenda de ações de reforço no sistema de segurança pública do Maranhão, o governador Flávio Dino esteve na cidade de Timon, na manhã desta sexta-feira, 19, para inaugurar a reforma e ampliação do 11º Batalhão da Polícia Militar, anunciar a incorporação de 21 novos policiais e entregar seis viaturas (três para o município e três para Caxias). Na ocasião, ele também lançou a campanha de mobilização de combate ao mosquito Aedes Aegypti, entregou 21 títulos de terra para moradores da região e vistoriou obras na cidade.
Flávio Dino destacou que o Governo do Estado vem investindo para qualificar os meios de combate ao crime, capacitando as forças policiais para o enfrentamento à violência, e investindo em estrutura, armamento e equipamentos mais modernos. Ele explicou que ações como a de Timon são exemplos da importância que o Estado vem destinando ao sistema de segurança.
“Tenho absoluta certeza que aqui na cidade de Timon, com novos policiais, novas viaturas, inauguração do Batalhão e novas viaturas que mandaremos ainda nesse ano de 2016, teremos mais condições de prover serviços de segurança com mais qualidade”, frisou o governador.
O prédio administrativo do 11º Batalhão da Polícia Militar passou por uma ampla reforma, que incorporou a ampliação do complexo e a construção da base das forças especiais: Força Tática e Ronda Ostensiva com Motocicletas (Rocam). O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, explicou que 21 novos soldados passam a integrar o comando do quartel, totalizando 296 policiais para a área que compreende os municípios de Timon, Matões e Parnarama.
Portela destacou também que a ação é fruto de audiência pública realizada em Timon em 2015, quando a Secretaria de Segurança se reuniu com a sociedade civil para ouvir reivindicações que se transformaram em determinações administrativas. “O Batalhão também é um local de planejamento e análises semanais dos índices de violência da cidade de Timon. Essa audiência pública democrática, que teve ampla participação e alta representatividade da sociedade culminou nesses avanços na área da segurança”, enfatizou o secretário.
Mobilização contra o mosquito Aedes Aegypti
A passagem do governador em Timon também foi marcada pelo lançamento da campanha de ação de combate ao Aedes Aegypti. O município contará, durante 15 dias, com o reforço de quatro carros fumacê do Governo do Estado, para a borrifação em três ciclos, além de distribuição de material informativo, web conferências e capacitação para os agentes de endemia da cidade.
Flávio Dino anunciou que o Governo vai premiar os municípios e as regiões de saúde que apresentarem o melhor desempenho no combate ao mosquito e ressaltou que, em março, um Centro de Reabilitação específico para o atendimento a crianças com microcefalia será inaugurado em São Luís. “Esse mosquito está ameaçando mulheres, crianças, mães e idosos. Ele, hoje, é uma questão de saúde pública no planeta. Essa batalha é de todos nós”, reforçou o governador.
Obras e benefícios
Durante a agenda em Timon, foram entregues 26 títulos de terra a moradores da região, por meio do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma), que vão beneficiar 105 famílias. O governador aproveitou também para vistoriar as obras do Complexo Esportivo Francisco Carlos Jean.
O prefeito de Timon, Luciano Leitoa, agradeceu a mais uma visita do governador Flávio Dino à cidade, e destacou que, desde quando assumiu o Estado, Flávio Dino tem sido um grande parceiro do município com importantes ações em benefício do povo timonense. “Esse foi o Governo que mais trabalhou por Timon”, realçou.
Participaram da visita ao município os deputados federais José Reinaldo e Rubens Pereira Júnior, o deputado estadual Rafael Leitoa, o comandante geral da Polícia Militar, Cel. Pereira, o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Célio Roberto, o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o presidente do Iterma, Mauro Jorge, os representantes das forças militares, eclesiásticos, instituições de ensino, alunos, diretores, professores e sociedade civil organizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.