Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

segunda-feira, 21 de março de 2016

Lago da Pedra:moradores do bairro Vila Mangueira reclamam de ruas esburacadas,lama e esgoto na porta das casas


Carros em meio a lama e esgoto
Moradores do bairro Vila Mangueira,em Lago da Pedra,dizem que estão abandonados pela prefeitura.Os moradores estão aborrecidos com o descaso da prefeitura referente às ruas esburacadas,que dificultam a trafegabilidade e causam transtornos .De acordo com uma moradora,a pavimentação é uma reivindicação antiga.

Os moradores se preocupam com o risco de  proliferação do Aedes Aegypti,mosquito transmissor da dengue  ,chicungunha e febre zika. Ainda segundo os moradores quando chove as ruas ficam cheias de lama e água empoçada nos buracos. 

Outra reclama dos comunitários é com relação à situação dramática do esgoto na porta de suas casas,além do mal cheiro, prejudica a saúde,principalmente das crianças.







Um comentário:

  1. Walney já sabemos que você não gosta da Maura Jorge. Mas como um blog informativo deveria ao menos tentar ser imparcial. Pois você acaba mostrando apenas um lado da moeda. Esse problema de buracos e esgoto a céu aberto é um problema de todo o Maranhão e não apenas Lago da Pedra como faz parecer seu post. O aumento de buracos e problemas relacionados a doenças,esgotos se agravou devido ao inverno e pouco se pode fazer agora, devido às fortes chuvas as vezes que estragam toda a obra. Quem se lembra do asfalto que o Luís Osmani colocou uma época? Apenas para renovar as ruas? Na primeira chuva só se via pedaços do asfalto sendo levados pela água. Você pode perceber que outras cidades ao redor de Lago da Pedra enfrentam situações piores, como Bacabal e alguns municípios menores. A prefeita tem feito muitas coisas, o problema é que tem gente que tenta ver apenas o lado negativo de tudo, mesmo sendo da oposição deveriam ao menos ver os pontos positivos da gestão da prefeita. Ainda tem muito o que se fazer por Lago da Pedra, mas se olharmos para trás podemos ver que progredimos muito.

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.