sábado, 19 de março de 2016

Portal de notícias da Globo também destaca condenação à perda de mandato da prefeita Maura Jorge de Lago da Pedra




Entre os vários sites de notícias que repercutiram  a perda de mandato e cassação dos direitos políticos por oito anos da prefeita de Lago da Pedra,Maura Jorge,está o portal de notícias da Rede Globo,o G1.


Do G1 MA
A prefeita Maura Jorge Alves Ribeiro, de Lago da Pedra, a 312 km de São Luís, foi condenada em primeira instância a perda da função pública, ressarcimento integral do dano ao erário e suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, entre outras determinações, por ter usado publicidade institucional com o fim de obter promoção pessoal.

O juiz Marcelo Santana, titular da 1ª Vara de Largo da Pedra, acatou a Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual na qual o órgão destaca um desrespeito ao art. 37 da Constituição Federal.
O magistrado sentenciou que “fere de morte a Constituição da República, e todos os princípios republicanos, a troca constante do símbolo do município ao livre arbítrio de cada um dos administradores. Cada troca ressuscitaria novamente demandas como esta em que a promoção pessoal do Prefeito seria feita de forma subliminar no brasão tido como oficial”.

Segundo o MP, a prefeita passou a utilizar a expressão “Modernidade e Desenvolvimento”, aduzindo que o “M” sempre foi grafado de forma diferenciada e com relevo em várias obras, prédios, informativos, outdoors, página de internet e veículos públicos, tais como usado na campanha dela.

Maura Jorge também terá que devolver aos cofres da prefeitura o R$238,4 mil, além de pagar uma multa no valor de R$715 mil.

O juiz registrou que “a pena da suspensão dos direitos políticos e a perda função pública poderá ser executada com a manutenção desta sentença em segundo grau, conforme enunciado nº 01 do Movimento Maranhão contra a Corrupção”.
Em nota enviada ao G1, a prefeita Maura Jorge disse que a ação em questão diz respeito à logomarca adotada pela prefeitura durante o primeiro mandato em 2009. Veja a íntegra da nota:

NOTA
No entendimento do magistrado, a imagem seria uma alusão ao “M”  de Maura, o que foi contestado pela defesa, comprovado pelo Manual de Identidade Visual da Prefeitura, que teve uma  empresa responsável pelo trabalho da produção da logomarca, com explicações técnicas, cuja a imagem   faz referência aos conhecidos morros da cidade e as belezas naturais dos arredores do município.

Na época, quando  da advertência do Ministério Publico , toda a propaganda foi  imediatamente retirada. Assim que tomarmos  conhecimento oficial da decisão da Jusitça , adotaremos  as medidas legais no sentido de levarmos o nosso entendimento  e assim esclarecer os fatos
Reafirmo o compromisso com o trabalho , desenvolvimento,  a moralidade e os estrito comprimento das Leis.

4 comentários:

  1. Dr.Marcelo é o nosso Moro,muito bem doutor,é isso mesmo,mostrou que tem coragem e posicionamento contra o ilícito.A imoralidade tem que ser contida seja ela de que forma ou a quem pertença.

    ResponderExcluir
  2. Só tá faltando os babões gritarem, ia ganhar uma “claque” gritando:
    MAURA JORGE! GUERREIRA!
    DO POVO BRASILEIRO!
    Aí só falta a capinha de super-herói e o braço esquerdo estendido…
    Abs

    ResponderExcluir
  3. essa oposição vai morrer de inveja da nossa prefeita

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.