Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Governador Flávio Dino inaugura Restaurantes Populares em Zé Doca e Chapadinha neste sábado (7)



Alimentação saudável, nutritiva e sem agrotóxicos. Quem usufrui do que é servido nos Restaurantes Populares sabe bem a qualidade dos alimentos. Na gestão Flávio Dino o projeto é expandir estes espaços com fins a contemplar todas as regiões do Maranhão. Como parte desta política, o governador Flávio Dino entrega, neste sábado (7), mais dois equipamentos sociais – um no município de Chapadinha, a partir das 10h30, e, outro, no município de Zé Doca, a partir das 13h30. Cada umterá capacidade para servir 500 refeições por dia. Os eventos tambémterão a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), Neto Evangelista.
No Maranhão, já somam 10 os restaurantes, sendo sete na Região Metropolitana de São Luís. A refeição tem custo simbólico de R$ 2, incluindo sobremesa e beneficia 13 mil pessoas diariamente. Os locais disponibilizam, também, cursos na área alimentar, a exemplo da oficina ‘Chefe Mirim’ – sobre bons hábitos alimentares, para crianças de 4 a 12 anos. Na gestão Flávio Dino os restaurantes passaram a servir jantar e foram expandidos para os municípios do interior do estado, o que antes não existia.
Na Região Metropolitana, os espaços têm capacidade para servir entre 1.100 e 1.350 refeições no almoço, além de 550 no jantar, de segunda asexta. No interior a capacidade é de 500 alimentações, em horário de almoço. “A rede de restaurantes vai ser ampliada e em nosso plano de ações estão incluídos a capital e também cidades dos interiores que ainda não possuem o equipamento social”, destacou o titular da Sedes, Neto Evangelista. A meta é construir 42 restaurantes populares nos próximos anos. Ainda no plano de ações da Sedes estão 30 cozinhas comunitárias nos municípios incluídos no Plano de Ações ‘Mais IDH’.
As cozinhas comunitárias têm capacidade para servir 200 refeições diariamente, no horário do almoço, prioritariamente para atender pessoas em vulnerabilidade social. Estas unidades têm ainda carátereducativo e cultural. Além das refeições, vão oferecer uma série de atividades produtivas, capacitações técnicas, atendimentos nutricionais e outras importantes ações sociais. “O objetivo dessa gama de serviços é reduzir a insegurança alimentar no estado”, reiterou Neto Evangelista.
Equipamento social
Os restaurantes populares são unidades de alimentação que servem refeições saudáveis a preços simbólicos para a população. O objetivo destes espaços é garantir dignidade à população de baixa renda, valorizar o cidadão e integrá-lo socialmente, pois concede a oportunidade de se alimentar de maneira saudável, balanceada e a custo acessível. O programa Restaurante Popular integra a rede de ações do ‘Fome Zero’ e foi estabelecido em 2003, pelo Ministério do Desenvolvimento Social e o Combate a Fome (MDS).
BOX
Onde tem restaurante popular
  1. Anjo da Guarda: Rua México, 2 - próximo à Caixa Econômica;
  2. Bequimão: Rua Delci Batista, s/n;
  3. Cidade Olímpica/Operária: Av. Jailson Souza Viana, nº 33;
  4. Coroado/Coroadinho: Avenida dos Africanos, nº 100-B;
  5. Liberdade: Avenida Camboa, nº 1215-A;
  6. Maiobão: Av. 13, nº 7-A - próximo ao Viva Maiobão;
  7. Sol e Mar: Avenida Sol Nascente, nº 3;
  8. São Francisco - Rua 8, qd B, nº 18;
  9. Lago da Pedra - Rua Vitorino Freire, nº 204 - Currutela do Raimundo;
  10. Pedreiras - Av. Rio Branco, nº 1028 - Centro
  11. Chapadinha - Av. Ataliba Vieira de Almeida, nº 102 e 104 - bairro Duras;
  12. Zé Doca - Av. Coronel Standerley Fortes Batista, nº 314.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.