Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

terça-feira, 10 de maio de 2016

Governo está construindo mil unidades habitacionais em dez cidades do Plano ‘Mais IDH’


Foto ilustrativa
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), iniciou a construção de mil unidades habitacionais em dez cidades maranhenses. A iniciativa, que faz parte do Plano de Ações ‘Mais IDH’, beneficia os moradores de Cajari, Santana do Maranhão, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão, Amapá do Maranhão, Serrano do Maranhão, São João do Sóter, Afonso Cunha, Governador Newton Belo e Belágua.
A secretária de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina, explicou que o levantamento das demandas nos municípios foi realizado em conjunto com os Comitês Municipais do Mais IDH, composto por representantes do poder público e da sociedade civil. As equipes da Secid estiveram nas localidades beneficiadas fazendo o cadastro das famílias. Um dos critérios adotados foi beneficiar famílias de baixa renda em situação de vulnerabilidade social e que moram em casas de taipa ou palha.
Estamos seguindo a determinação do governador Flávio Dino para elevar a qualidade de vida dos maranhenses. O nosso compromisso é desenvolver políticas públicas, notadamente na área habitacional, baseadas no princípio de sustentabilidade, visando assegurar direitos e transformar a vida da população maranhense, especialmente dos que mais precisam”, ressaltou a secretária.
Durante o mês de maio, a equipe social da Secid visitará as famílias dos municípios contemplados com o programa, com objetivo de iniciar o trabalho técnico social, esclarecer dúvidas sobre o projeto e fiscalizar o andamento das obras.
A secretária Flávia Alexandrina também informou que já foi homologada licitação para construção de mais 500 unidades habitacionais nas cidades de Conceição do Lago Açu, Satubinha, Araioses, Água Branca do Maranhão e Lagoa Grande do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.