quarta-feira, 29 de junho de 2016

Gestão cultural da prefeitura de Lago da Pedra é alvo de críticas



Centro Cultural de Lago da Pedra (local do Arraial)
A gestão cultural de Lago da Pedra volta a ser alvo de críticas.Além das rodas de conversa,a insatisfação popular se destaca com mais intensidade nas redes sociais.

Em Junho temos o ponto mais alto do folclore Nacional com as festas Juninas.Porém,em Lago da Pedra,a tradição está a cada ano se deteriorando.

Para se ter uma ideia,em 2016,foram apenas três dias de Arraial (de 24 a 26),a programação foi duramente criticada.Por falta de incentivo,as quadrilhas estão desaparecendo.Apenas três se apresentaram este ano.

Um São João onde as tradições populares acontecem com pouco vigor:um arraial sem ornamentação. Sem barraquinhas típicas.Sem fogueiras, fogos de artifício e balões. Sem bumba-meu-boi,participação de escolas do município, inclusive premiando os grupos como forma de incentivo. Ou seja, sem uma confluência de culturas.

A premiação distribuída entre as três quadrilhas foi de apenas R$ 4 mil,enquanto que,segundo um dos organizadores de uma das quadrilhas,os trajes estavam em torno de R$ 5 mil.

Assim como no São João,as críticas são comuns nos carnavais.E,para fechar,em 2016,Lago da Pedra completou 63 anos,sem festa,sem bolo,sem presentes e sem parabéns.

Um comentário:

  1. Se falta para investir na cultura sobra para que a prefeita invista em seu markenting pessoal, já viu que de uns tempos pra cá é frequente matérias nos jornais o Estado do Maranhão e Jornal Pequeno? Isso sem falar em blogs e isso não é a toa e sim de dinheiro. Pelo que me falaram ela tem até uma jornalista exclusiva para fazer as matérias, ou seja ela já está de olho em 2018, se quer apareceu no arraial, a cidade está por conta só dos secretários. Pagar o salário dos funcionários em dia que é bom,não quer, fica os servidores sem saber que dia vão receber o dinheiro, todo mês atrasando. Por que não divulgam isso.

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.