segunda-feira, 11 de julho de 2016

“A mudança é real e vai resultar em um Maranhão melhor para todos nós”, afirma governador em entrevista


                  
  

O governador Flávio Dino foi o convidado da estreia do programa Resenha, da TV Difusora, no sábado (10), apresentado pelos jornalistas Jorge Vieira e Clodoaldo Corrêa. Na entrevista, o governador abordou assuntos estaduais e nacionais, falou sobre os programas do Governo do Estado, da ajuda aos municípios e de temas como a duplicação da BR-135 e o maior investimento no sistema educacional da história do Maranhão.
O primeiro assunto a ser abordado foi justamente a duplicação da BR-135, que se arrasta há mais de quatro anos causando transtornos e tragédias recorrentes. Para Flávio Dino, o Maranhão perdeu várias oportunidades no passado, e o serviço prestado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deixou muito a desejar. A rodovia, de responsabilidade do Governo Federal, é importante para a vida das pessoas e para a economia do estado.
Ele explicou que no início do ano, o Governo do Estado chegou a cogitar um convênio junto ao Governo Federal para assumir a obra, mas as tratativas não foram adiantes. Neste cenário, o governador assegurou que os órgãos estaduais vão fiscalizar o andamento das obras para garantir a duplicação aos maranhenses. “A providência que tomamos foi intensificar a fiscalização. Nós não podemos conviver com esses cenários de tragédias. Vamos mandar semanalmente uma equipe para acompanhar a evolução da obra”, informou.
Ainda no âmbito das rodovias, Flávio Dino explicou que o Governo está recuperando as MA’s, fiscalizando as BR’s e ajudando os municípios com a pavimentação das vias urbanas por meio do programa Mais Asfalto. “Já fizemos quase mil quilômetros em 131 municípios maranhenses. Esse é um programa muito bem sucedido em que nós também contribuímos para que as construtoras maranhenses e os trabalhadores possam trabalhar”, ressaltou.
Educação 
O governador Flávio Dino também informou que o Estado está realizando o maior programa de investimento na educação da história do Maranhão, com a reconstrução de 60 escolas e mais de 200 em manutenção. Ele enfatizou que esta semana será inaugurada a primeira escola do programa de substituição de unidades de taipa e barro por estruturas de alvenaria, que vai ofertar um espaço digno para a educação de qualidade. “Esse é o maior programa educacional da história do Maranhão e é um programa também de apoio aos municípios”, ressaltou.
São Luís e Região Tocantina
Questionado pelos apresentadores, o governador destacou as várias ações implementadas nas duas regiões maiores regiões do estado: a Metropolitana de São Luís e a Tocantina. Flávio Dino citou que o Governo está com um volume muito grande de obras nas duas regiões. Ele informou que no próximo sábado(16) estará em Imperatriz para uma série de inaugurações, como a nova unidade do Viva, Casa da Gestante, Estrada do Arroz e a UPA do bairro São José.
Em São Luís, o governador citou a construção do Hospital da Criança, pavimentação de mais de 100 quilômetros de vias nos bairros da cidade, além das avenidas interbairros e da Praça da Lagoa. “Temos um programa continuado que vai prosseguir em parceria em todas as áreas”, reiterou.
O governador encerrou a entrevista explicando que as mudanças têm tempo e espaço para acontecer, mas, apesar das dificuldades que o país e o mundo atravessam, já há mudanças reais e concretas. “A Força Estadual de Saúde hoje atua nas 30 cidades mais pobres. As escolas estão sendo reformadas. O Bolsa Escola foi pago. Os servidores tiveram reajustes [com impacto positivo para a economia do estado] de quase R$ 500 milhões. Já temos mais policiais, mais viaturas, mais hospitais e mais leitos. Temos programas de enorme importância como o Água para Todos que tem dezenas de obras em todo o estado”, destacou.
Flávio Dino disse que qualquer órgão público hoje funciona melhor do que no passado. “Qualquer que seja o órgão, pode comparar um a um, qualquer órgão público que você chamar e comparar a realidade nós vamos encontrar em 2016 uma situação melhor do que em 2014. Esse é até um desafio que eu faço, vamos comparar, sentir o caminho da mudança, sentir que a mudança é real e está acontecendo e ela vai resultar em um Maranhão melhor para todos nós”, afirmou o governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.