Governo do Maranhão

Governo do Maranhão
Envie informações,denúncias para: vauney-10@hotmail.com ,(99) 9 8137 5569 / 91793374 ou 8416 7976, sua informação será analisada e depois poderá se tornar matéria.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Governo está ampliando policiamento especializado no combate aos assaltos a banco com a formação de nova turma do COSAR




A Polícia Militar está ampliando o policiamento especializado no combate aos assaltos a banco com a formação de mais uma turma do Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural do Maranhão (COSAR). O grupo está em treinamento com duração de 40 dias, e, depois disso, serão destacados para municípios do interior do estado onde atuam em apoio às polícias destas regiões impedindo assaltos em agências bancárias, correios, lotéricas e estabelecimentos afins. O cronograma da formação é bastante intenso e com foco em atividades em áreas remotas e de difícil acesso. Criado no ano passado, o Cosar integra o planejamento do governo Flávio Dino para conter esses casos no interior do Maranhão.

Nesta quinta-feira (1°), a turma iniciou atividades em Imperatriz, onde permanece por 11 dias. Os policias recebem treinamento para área de selva com apoio de equipes do Exército; instrução sobre embarcações; aulas de tiro tático e realizam operações rurais (treinamento de sobrevivência em matagal e mata fechada). Trabalham, ainda, o combate em ambiente confinado - residências e prédios - semelhante ao que recebe a SWAT, que é a tropa de elite da polícia americana. Noções de explosivos, caçador militar - tiro de elite, técnicas especiais de abordagem, patrulhamento tático, gerenciamento de crise e salvamento em altura são outras etapas do curso de formação. Serão realizados treinamentos também em Estreito e Carolina.

Com mais este grupamento que logo estará em ação, vamos reforçar o trabalho policial no controle aos assaltos a bancos. É um grupo que vem mostrando resultados e garantindo um importante apoio às polícias militar e civil contra estes e outros crimes”, destacou o comandante do Policiamento Especializado (CPE), tenente coronel Antônio Carlos Sodré. Ele ressalta que as próprias comunidades reconhecem e apoiam as ações do Cosar. “Aonde as equipes chegam são bem recebidas e a população sempre se manifesta para ajudar com informações”, enfatiza. Concluindo o curso, esta turma vai prestar serviços na cidade de Buriticupu e regiões adjacentes.

Resultado efetivo

O trabalho especializado do Cosar em parceria com as demais polícias culminou na desarticulação de quadrilhas e prisão de criminosos de alta periculosidade. A equipe desarticulou quadrilhas de assalto a bancos nos municípios de Icatu, Morros e Anajatuba. O Cosar faz cerco às quadrilhas usando técnicas específicas de perseguição de criminosos, rastreamento, identificação de explosivos e o trabalho em áreas adversas, com variação de ambientes.

O grupamento conseguiu impedir, ainda, assaltos em municípios próximos a Igarapé Grande, cuja quadrilha portava armamento pesado. O Cosar faz cerco às quadrilhas usando técnicas específicas de perseguição de criminosos, rastreamento, identificação de explosivos e o trabalho em áreas adversas, com variação de ambientes.

Ação especializada

O treinamento para o Cosar equivale a uma especialização para o policial militar, sendo o combate aos assaltos a instituições financeiras o foco do curso. Este é o terceiro grupo organizado pelo Cosar e conta com 28 policiais. As equipes trabalham em rondas durante a madrugada e utilizam armamento de grosso calibre.

Este efetivo serve de apoio à Polícia Militar nos interiores e trabalha em parceria com equipes das Tropas Especiais e Centro Tático Aéreo (CTA) da PM; e da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic), da Polícia Civil. O comando vai reforçar a estrutura do Cosar com a aquisição de novos armamentos de alto calibre, coletes e viaturas.

A primeira equipe do Cosar está em missão no município de Presidente Dutra e conta com oito policiais e duas viaturas. Serão 15 dias nesta cidade para seguirem em atividade nas regiões adjacentes. Eles atendem a ocorrências nestas áreas e nas cidades próximas. Serão montadas mais duas bases do Cosar para Buriticupu. “O resultado deste grupamento foi tão eficaz que o comando decidiu pela formação de mais efetivo. A meta é que tenhamos bases do Cosar nas principais cidades e regionais maranhenses”, informa o comandante Sodré. O Cosar do Maranhão tem como modelo o grupo militar de Pernambuco, que é referência no país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.