Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Se Temer não for julgado, fica evidente golpe contra Dilma



A ex-presidente Dilma Rousseff sofreu impeachment no Congresso Nacional acusada de um crime que não foi provado, a tal pedaladas fiscais. O seu substituto Michel Temer (PMDB) acaba de agir com quebra de decoro acusado de “enquadrar” um ministro para construir a solução para um problema de interesse de  outro ministro, relacionado a assunto privado.

Se o ex-ministro conseguir provar que a conversa com o presidente se deu nesse tom, o fato consequentemente cria o clima propício para a abertura de um processo de impeachment  de Michel Temer pela Câmara dos Deputados. A câmara, evidentemente, responsável pela queda da presidente eleita Dilma Rousseff, será obrigada a abrir o processo e julgar Temer pelo crime de responsabilidade.Caso os deputados, maioria pró-Temer, se recusem a dar andamento a um processo, cuja acusação estiver provada, acabará por dar um atestado de que o impeachment de Dilma foi um golpe de estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.