quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Governador Flávio Dino entrega obras em Coroatá e Coelho Neto



Iema de Coroatá foi entregue pelo governador Flávio Dino nesta terça-feira (21)
Educação e infraestrutura estão na lista das prioridades de governo definidas pela gestão do governador Flávio Dino, que vem consolidando um pacote de obras em todo o Maranhão. Cumprindo mais uma agenda de inaugurações, Flávio Dino entregou, nesta terça-feira (21), para a população de Coroatá, Coelho Neto e cidades vizinhas uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), fortalecendo o ensino profissionalizante. Também foi oficialmente entregue a MA-123, que foi totalmente recuperada.

A implantação da unidade do Iema em Coroatá integra o projeto de expansão da rede de ensino técnico-profissionalizante, que vai levar esta modalidade a diversos municípios maranhenses. “Estado que tem mais escola em tempo integral, tem melhor desempenho nos principais indicativos de educação e estamos no caminho certo ao implantar as unidades do Iema e expandir para todo o Maranhão. Coroatá merecia esse avanço, marcando um novo momento para a população, que agora terá educação para ajudar a melhorar a qualidade de vida”, pontuou o governador Flávio Dino, durante a solenidade de entrega do prédio, nesta terça-feira. Esta é a quinta unidade do Iema construída pelo Governo do Estado.

A escola vai oferecer cursos nas áreas de Informática, Agricultura Orgânica e Zootecnia/Avicultura, escolhidos pela própria comunidade em audiências públicas. A formação em Agricultura Orgânica é uma novidade e aborda conhecimento sobre alimentação saudável e produção agrícola sustentável. A escola tem capacidade para 480 alunos nas três séries do Ensino Médio e sua estrutura conta com salas de aulas equipadas, laboratórios, refeitórios, quadra, biblioteca, auditório. O prédio recebeu melhorias nas instalações elétricas, hidráulicas, sanitária, de combate a incêndio e no telhado e piso.

O Iema estava com obras paradas há mais de cinco anos, sendo retomadas na gestão atual. “É um compromisso assumido e cumprido pelo governador Flávio Dino, que prega a união das gestões e execução de projetos de grande impacto social, atendendo às demandas mais urgentes das populações. E a educação é uma dessas prioridades”, destacou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Jonathan Almada.

Na avaliação do prefeito de Coroatá, Luís de Amovelar Filho, a implantação da unidade é a concretização de uma demanda da população e representa o avanço para um futuro mais promissor. “Parabenizo o governador por essa gestão parceira e que vem fazendo as coisas andarem. Antes, o município era impedido de crescer e avançar e, agora, com a gestão da mudança, o desenvolvimento se mostra em áreas de importância para nossa cidade”, pontuou o prefeito. O Iema vai atender também cidades próximas, sendo o passo inicial para estabelecer a educação técnico-profissionalizante na região.

A estudante Aline Eduarda vai cursar Avicultura e está ansiosa pela oportunidade de se profissionalizar. “Achei muito importante poder aliar o estudo normal a um curso e quero começar logo e aprender. Não é toda escola que possui essa estrutura e essas opções. Para nós aqui vai ser de grande utilidade”, disse a jovem. Para a avó da estudante, a aposentada Milma Rocha, a felicidade é grande pela chance de formação da neta. “É um prazer imenso vê-la como aluna desta escola que representa um grande avanço na nossa cidade e só posso parabenizar todos que farão parte deste importante projeto”, disse.

A implantação do Iema é um compromisso do governador Flávio Dino firmado com a população em junho de 2015. As obras estavam abandonadas há anos pela gestão anterior, apesar de serem uma reinvindicação antiga da comunidade. Com a atual gestão, as obras foram retomadas e entregues.

Mais infraestrutura
Foram recuperados 43 km da MA-123 que liga Caxias e Chapadinha
O governador Flávio Dino também inaugurou a estrada Coelho Neto-Afonso Cunha, no trecho da MA-123, após a entrega do Iema de Coroatá. Foram recuperados os 43 quilômetros da via facilitando a rota entre Caxias e Chapadinha e interligando esses municípios a outras cidades e também estados vizinhos. A nova rodovia vai facilitar a circulação para cidades como Arame, Jenipapo dos Vieiras e Lagoa Grande do Maranhão. A estrada era esperada há mais de 50 anos.

Essa obra é um ganho para as áreas da saúde, da educação e da economia da cidade e ainda este ano teremos muitas realizações a executar para o município”, garantiu o governador Flávio Dino, ao lembrar que a estrada era um sonho antigo dos maranhenses e que também é importante para o comércio.

Para Américo de Sousa, prefeito de Coelho Neto, a estrada será de grande importância principalmente para a comunidade rural da região. “Essa estrada interliga a cidade com outras cidades e vai somar no desenvolvimento das atividades da zona rural. Agradecemos ao governador por priorizar Coelho Neto”, enfatizou Américo de Sousa.

Estrada era esperada há mais de 50 anos
Com a obra, o município só tem a crescer, pontuou o prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Bacelar. “A estrada vai ajudar a sairmos do índice de linha de pobreza, pois vai possibilitar o escoamento de produção, novas atividades, maior acesso a outras áreas e mais chances de negócios movimentando a economia local”, disse o prefeito.

O agricultor Raimundo Quintino, do povoado Barrinha, em Afonso Cunha, lembrou que havia dificuldade de acesso a outros povoados e que agora fica facilitada com a nova estrada. “A gente não conseguia chegar e levava até três horas para Coelho Neto e esse tempo agora é de meia hora. Muito importante esta obra para nós”, disse.

O secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, destacou o impacto positivo da obra para a vida de milhares de maranhenses. “Essa obra traz desenvolvimento e avanço para as cidades diretamente beneficiadas e milhares de populações das áreas adjacentes. A entrega de mais uma importante obra de infraestrutura do Governo representa o compromisso da gestão estadual com as pessoas”, pontuou Clayton Noleto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.