Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Professores recebem primeiro aumento salarial do ano nesta sexta (24)





Na contramão dos demais estados brasileiros e mesmo com a crise econômica que assola o país, o Governo do Maranhão concedeu recomposição salarial de 8% sobre a remuneração de todos os educadores do Subgrupo do Magistério da Educação Básica, em todas as referências da carreira. A primeira etapa do benefício será paga já nesta sexta-feira (24), junto com pagamento dos servidores públicos estaduais, e a segunda parcela no mês de maio.

Hoje o Maranhão paga a segunda maior remuneração do País para professor de 40 horas, com licenciatura plena. A partir de maio, será o primeiro da lista entre os estados brasileiros, com o maior salário docente da federação – R$ 5.384,26 pagos ao professor em início de carreira, ultrapassando o Distrito Federal. O impacto financeiro será de R$ 132 milhões/ano na folha de pagamento.

Em 25 meses de gestão, o Governador Flávio Dino concedeu o equivalente a 22,05% de reajuste aos professores da Rede Estadual de Ensino, percentual superior à inflação do período que foi de 16,96%.

O governador Flávio Dino, desde os primeiros dias da gestão, vem empreendendo todos os esforços para valorizar os profissionais da educação. São medidas que vão desde melhorias nas condições físicas dos espaços escolares e atendimento de demandas históricas da categoria, como concurso público, ampliação de jornada e unificação de matrículas, progressões na carreira, eleição direta para gestores escolares, entre outras, que são resultados do compromisso deste governo com os educadores e educadores”, realçou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Mais benefícios

O Governo do Estado também concedeu, somente neste ano, a progressão na carreira de mais de mil professores e especialistas em Educação, retroagindo a 1º de janeiro de 2017.  Terão progressão os professores Classe/Cargo I (nível médio), e Professor II e Especialista em Educação I (também nível médio). Até o momento, já somam 17 mil educadores beneficiados com progressões funcionais, promoções, titulações e estímulos, em 25 meses de gestão. Neste ano, o Governo fará, ainda, a progressão na carreira de outros 5 mil docentes.

Os professores contratados também terão seus salários reajustados, com efeito retroativo a 1º de janeiro. Além disso, logo que assumiu, o governador Flávio Dino reajustou em 15% na remuneração dos professores contratados. A remuneração que, atualmente é de R$ 1.092,50, para 20 horas semanais, aumentará para R$ 1.149,40 em fevereiro e no mês de setembro, esses profissionais passarão a receber R$ 1.179,90 mensais.

Ampliação de jornada e unificação de matrícula

Governo realizou ano passado, de forma inédita, concurso interno para ampliação da jornada de professores de 20h para 40h, com salário proporcional, e também concurso interno para unificação de matrículas de professores, beneficiando, ao todo, 1.200 professores da rede. Neste ano de 2017 haverá novos concursos internos para a unificação de matrículas e ampliação de jornada.

(Tabela salarial)

A recomposição salarial beneficia todas as carreiras do magistério do ensino básico e professores contratados.
Professor/horaRemuneração atualCom o reajuste
Professor III
20h (inicial)
R$ 2.492,72R$ 2.692,13

Professor III
20h
R$ 2.885,64R$ 3.116,49
Professor III
40h (inicial)
R$ 4.985,44R$ 5.384,26
Professor III
40h
(final de carreira)
R$ 6.681,00

R$ 7.215,48
Professor ContratadoR$1.092,50R$1.179,00

3 comentários:

  1. Aumento fictício, aos leitores que talvez não conheçam a verdade isso não passa de mais uma manobra!!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, governador, continue assim, sendo exemplo, valorizando nossa classe.

    ResponderExcluir
  3. Professores quando olharam o contracheque que já está disponível o de fevereiro ,tiveram a grata surpresa que o governador deu com a mão direita e retirou com a mão esquerda ,até a contribuição para o sindicato aumentou kkkkkkkkkk conclusão o valor do salario continua o mesmo ,falso aumento isso pode gerar um mal estar na classe ...

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.