Governo do Maranhão

Governo do Maranhão
Envie informações,denúncias para: vauney-10@hotmail.com ,(99) 9 8137 5569 / 91793374 ou 8416 7976, sua informação será analisada e depois poderá se tornar matéria.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Centro Novo e Cajapió ganham novas escolas do Governo do Estado



Mais de 600 alunos, que estudavam na Escola Denizar Almeida e Silva,
prédio cedido pela prefeitura, serão transferidos para o prédio novo. (Fotos: Lauro Vasconcelos)

Os municípios de Centro Novo do Maranhão e Cajapió receberam, com festa, nesta quinta-feira (30), duas escolas de Ensino Médio, entregues pelo Governo do Maranhão. Alunos, pais, professores e gestores escolares comemoraram a inauguração das escolas, que tiveram as obras iniciadas na gestão passada e estavam abandonadas.

A gente agora vai poder estudar em uma escola acolhedora e bonita. Dá até vontade de vim para estudar e os professores terão mais motivação para dar aula”, revelou Kayllane Diogo, de 14 anos, que vai estudar no C.E. Professor João Teixeira de Sousa – Anexo III, escola da rede estadual de ensino inaugurada na cidade de Centro Novo do Maranhão, Unidade Regional de Zé Doca.

O governador Flávio Dino está entregando novas escolas em todas as regiões do estado. Só neste mês de março são 14 escolas entregues. É marco histórico para a educação do estado e para o Brasil. Este é um governo que tem compromisso com a oferta de uma educação com dignidade a todos os maranhenses”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, durante a entrega da escola em Centro Novo.

A solenidade também contou com a presença do secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, do secretário adjunto Williandckson Azevedo; da prefeita de Centro Novo, Diva Silva, além de várias autoridades locais.

Muito nos honra fazer parte desse grupo político, que cuida da educação, que se preocupa com o futuro dos nossos jovens. Governador Flávio Dino, Secretário Felipe Camarão, obrigada, por estar tornando realidade o sonho dos nossos jovens em ter uma escola digna”, disse a prefeita. Esse é o primeiro prédio próprio de uma escola da rede estadual no município de Centro Novo do Maranhão.

O investimento do governo para a construção do prédio, foi da ordem de R$ 1.025.610,02, provenientes de convênio realizado com o BNDES. A escola que dispõe de seis salas de aula, sala de professores, secretaria, laboratório de informática com instalações para 20 computadores, tem capacidade para atender 700 alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio. Mais de 600 alunos, que estudavam na Escola Denizar Almeida e Silva, prédio cedido pela prefeitura, serão transferidos para o prédio novo.

As amigas Wanas Silva e Silva, Valéria da Conceição da Silva e Katyelle dos Santos Silva foram ver de perto os preparativos para a inauguração da escola. “Não vejo a hora de mudarmos para essa escola. Ficou muito bonita e vai ser bacana estudar em uma escola nova, com essa estrutura”, realçou Katyelle.

A inauguração dessa escola significa muito para a nossa comunidade escolar. Nós esperávamos muito por isso, pois os alunos da rede estadual dividiam o espaço com alunos da rede municipal na escola Denizard Almeida e Silva, que abriu as portas para nós. Mas, ter um prédio próprio traz identidade para a nossa escola e nos deixa mais à vontade e feliz”, disse o professor Venâncio Barros Correia, gestor geral da escola.

A escola recebeu mobília nova, quadros padrão FNDE, ventiladores e equipamentos necessários para o funcionamento. “É um momento único para nós. É um passo muito grande para nós, termos um espaço limpo, arejado, bonito. Uma escola nova e estruturada faz toda diferença no processo de ensino e aprendizagem. Isso era muito esperado por nós, professores, e pelos alunos, que estão com os olhos brilhando de felicidade”, enfatizou o professor Antônio Oliveira Silva, de Língua Portuguesa.

Cajapió

Escola entregue a população de
Cajapió. (Fotos: Lauro Vasconcelos)
O C.E. Paulo Cordeiro Filho – Anexo I, no município de Cajapió, na Baixada Maranhense, finalmente teve sua construção concluída, graças a atual gestão do Governo do Maranhão. A obra que foi iniciada em janeiro de 2012 e foi abandonada, sem conclusão e sem ser entregue para a comunidade escolar. Durante esse tempo, os alunos foram divididos em salas de aulas de duas escolas cedidas pelo município que, conforme relatado pelos alunos, eram pequenas e muito cheias.

Estou achando muito bom. Melhorou muito. Ficará mais perto. A diferença é muito grande, lá [antiga escola] era muito pequeno e aqui é muito espaçoso. Meu objetivo é sair daqui e fazer faculdade para ser militar”, comentou Ermesson Mendes, 17 anos, 2° ano do Ensino Médio.

Achei a escola muito perfeita. A outra escola era muito longe e era muito difícil chegar. Essa daqui é mais fácil de chegar, tem mais espaço, as salas são lindas, dá mais vontade de vir para escola. Esperamos muito tempo para vir pra cá”, desabafou Marcielle Serra, 16 anos, 2° ano.

O estudante Jaciel Conrado, 16 anos, 2° ano, também destacou a alegria de poder estudar em uma escola nova. “Ficou muito bonita, melhor do que a outra. Na outra sala era muita gente, mais de 60 alunos em um espaço, ficava difícil se concentrar”, disse.

Professor de Física, Valdomiro da Conceição,
 destaca entrega da escola. (Fotos: Lauro Vasconcelos)
Para o professor de Física, Valdomiro da Conceição, a entrega da escola representa um ganho para a educação de Cajapió. “Uma evolução para a educação do município de Cajapió, porque as salas que a gente dava aula eram sem iluminação, quadros ruins, pequenas e com muitos alunos nelas. Esse espaço aqui facilitará o nosso trabalho e também o aprendizado dos alunos. Espero que eles aproveitem essa nova estrutura que estão recebendo”, ressaltou.

O prefeito de Cajapió, Marcone Marcos, destacou a expectativa da comunidade em receber a escola. “Só temos a agradecer a parceria do governo em entregar essa escola, que é um marco importante para o município, porque daqui sairão os futuros profissionais para nossa sociedade”, realçou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.