Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

domingo, 25 de junho de 2017

Governo investe em melhorias no Programa do Leite Especial




Com o objetivo de incrementar o Programa do Leite Especial, executado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Governo do Estado está oferecendo uma nova fórmula para os beneficiários do programa. Desde o mês de abril, o leite infantil Neocate Advance passou a ser oferecido em substituição ao Neocate LPC. A nova fórmula contém maior concentração de maltodextrina, tipo de carboidrato de fácil absorção, recomendado para crianças que precisam ganhar peso rapidamente.

O Programa do Leite Especial é voltado para crianças com intolerância à proteína do leite de vaca. Cerca de 300 crianças já migraram para a nova fórmula. O Neocate LPC continuará a ser oferecido, especialmente para as crianças que possuírem algum tipo de intolerância ou alergia ao Neocate Advance. Desde 2015, o programa tem avançado com incrementos como esse.  Em 2016, por exemplo, um incentivo do governo ampliou de R$ 5 milhões para R$ 9 milhões o investimento no programa.

O gestor da Assistência Farmacêutica da SES, Sandro Monteiro, destacou os avanços do programa. “O principal problema que tínhamos na gestão anterior era a descontinuidade na oferta do leite, além do recurso que não era suficiente para suprir a demanda do estado. O investimento do Governo do Estado permitiu que ampliássemos o programa, beneficiando ainda mais as famílias. A aquisição da nova fórmula também é um avanço que conquistamos, tendo em vista que o Neocate Advance favorece o tratamento das crianças que são intolerantes”, disse.   

Atualmente, 1.009 crianças de 120 municípios maranhenses recebem mensalmente até oito latas de leite. A entrega do complemento alimentar é realizada, de segunda à sexta-feira, no Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, das 8h às 17h. Além do Neocate Advance e do Neocate LCP, o governo oferece outras fórmulas como Alergomed, Aminomed, Aptamil Soja 2, e Pregomin Pepti. Em 2016, foram distribuídas 59.416 latas de leite, mas com o incremento no programa, a previsão é de aumento desse quantitativo para 2017.

O coordenador do Programa do Leite Especial, João Marcos Bezerra, destacou que a aquisição da nova fórmula é mais uma melhoria para o programa. “Essa nova fórmula, distribuída pelo governo desde o mês de abril, promove ganho de peso e estatura mais rapidamente. A partir do momento que a criança faz a transição para novo leite ela vai ter uma melhora nutricional na sua dieta e o tratamento passa a ser mais efetivo”, ressaltou. 

Em média, as fórmulas especiais distribuídas gratuitamente pelo poder público estadual custam mais de R$ 200,00 no comércio. O alto valor do produto impede que muitas famílias possam adquirir o leite. Com o programa, o estoque distribuído pela Secretaria de Estado da Saúde garante assistência àqueles que não podem pagar pelo complemento alimentar, beneficiando mais de mil famílias.

O servidor público Péricles Rego, de 48 anos, é pai de Petrus de 5 anos, que tem intolerância desde os três meses. Ele conta que o leite recebido pelo programa é o que sustenta a alimentação do filho. “A gente mora em Barreirinhas e não teríamos condições de comprar, pois esse leite é muito caro. A comida do meu filho é muito restrita. Com as latas que recebemos pelo programa, ele toma mingau de manhã e à noite. Ele tem aceitado muito bem o novo leite”, contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.