sábado, 15 de julho de 2017

Governo inaugura horta e salão de beleza na UPR de Pedreiras e soma 105 oficinas de trabalho no sistema prisional




O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), inaugurou na quarta-feira (12), duas novas oficinas de trabalho na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Pedreiras. Tratam-se dos projetos “Cultivar” e “Sempre bela”, que se referem à instalação de uma horta e um salão de beleza.

Com essas novas frentes de trabalho, a gestão prisional já alcança um total de 105 oficinas de trabalho, instaladas de 2015 para cá, em unidades prisionais do estado. A proposta é ampliar as ações de reinserção social dentro do ambiente carcerário, garantindo um sistema mais humanizado e menos ocioso”, diz o secretário da Seap, Murilo Andrade de Oliveira.

Ao todo, são 25 detentos beneficiados com a entrega destas novas oficinas. No caso do salão de beleza, por exemplo, são 10 internas trabalhando; e na horta, são 15 custodiados em atividade.

“Os trabalhos na unidade ocorrem diariamente. O propósito da gestão estadual é, de fato, qualificar a mão de obra carcerária”, completou o titular da Seap.

Antes de iniciarem os trabalhos no salão de beleza, as internas passaram por uma capacitação de 10 dias para prenderem sobre procedimentos estéticos e o manuseio correto do equipamento utilizado. Já na horta, os internos trabalham com o cultivo de diversas hortaliças, dentre os quais o tomate, o coentro, o pepino, a pimenta, além de outras leguminosas.

Para exercerem as funções foi levada em consideração a aptidão para o serviço, o interesse pelo trabalho e o bom comportamento do interno. Todas as oficinas de trabalho do sistema prisional são coordenadas pela Secretaria Adjunta de Atendimento e Humanização Penitenciária (SAAHP) da Seap, por meio da Supervisão de Trabalho e Renda.

Sobre as oficinas

Nos últimos dois anos a gestão abriu 105 atividades de capacitação dentro do sistema prisional. Os cinco últimos postos de capacitação foram instituídos nas Unidades Prisionais de Ressocialização (UPR’s) que funcionam nos municípios de Rosário, Timon e agora a de Pedreiras. A média atual chegou a 2,78 oficinas por unidade prisional.

São 103 oficinas instaladas pela equipe de humanização do sistema prisional. As outras duas oficinas que operam nas unidades carcerárias do estado acontecem por meio de uma parceria da Seap com a Secretaria de Estado da Mulher (Semu), por meio do projeto Núcleo Educacional para Referência e Capacitação de Mulheres em Situação de Prisão (Nued).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.