quinta-feira, 20 de julho de 2017

Governo inaugurou, em Caxias, 1º Centro de Educação Científica (CEC) do Maranhão




O Governo do Estado inaugurou na última segunda-feira (17), em Caxias, o primeiro Centro de Educação Científica (CEC) do Maranhão, o quarto similar no Brasil. A iniciativa da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) garante a estudantes do 6º ao 9° ano do ensino fundamental oportunidade para que possam desenvolver uma educação científica. O CEC vai atender 400 alunos que terão acesso a oficinas de educação científica como atividades complementares do ensino regular, em áreas como ciência e tecnologia, biologia, química, física, história, artes, robótica e meio ambiente.

Durante a inauguração, o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, destacou a importância do Centro explicando que o espaço é o primeiro do Maranhão que trabalha a proposta e o modelo pedagógico de educação para a ciência. “É um Centro que está voltado para aperfeiçoar, fortalecer e qualificar nossas crianças do 6º ao 9º ano para a ciência, para desenvolver uma imersão na cultura científica”, disse o titular da Secti, que estava acompanhado do pró-reitor de Planejamento e Gestão do Iema, Emanuel Denner.

Jhonatan Almada frisou que a implantação de Centro de Educação Científica no Maranhão está dentro da proposta do governo Flávio Dino de priorizar os investimentos em ciência e educação. “Nós conhecemos o projeto do Instituto Santos Dumont em Macaíba e Natal e decidimos trazer esse modelo também para o Maranhão, para que sirva de referência e exemplo para outras instituições e municípios que desejem criar centros similares”, contou o secretário.

Nesse sentido, a criação do Centro de Educação Científica se harmoniza com a proposta liderada pelo governador Flávio Dino, que é priorizar as pessoas, para que elas tenham acesso a direitos e possam se empoderar mais e exercer sua cidadania”, enfatizou Jhonatan Almada.

A gestora do Iema de Caxias, Karla Simone da Silva Costa pontuou que o Centro é um importante instrumento porque fomenta a ciência dentro do processo da construção do aluno no ensino fundamental. A iniciativa, segundo coordenadora pedagógica do Iema - CEC, Luciane Márcia Bezerra Teixeira, é de fundamental importância para os alunos do município. “O objetivo do Iema CEC é uma educação inclusiva, mas de transformação, para a vida, uma educação cidadã. Então eles estão ganhando muito com isso e nós professores, da equipe pedagógica, infinitamente mais”, observou a coordenadora.

A estudante Mickly Souza da Silva, 12 anos, é uma das alunas da oficina de Ciência e Tecnologia ofertada no CEC. A escolha, segundo ela explicou, foi por gostar muito dessa área. “Esse é um complemento a mais para o que eu aprendo na escola”, disse. Lucas Eduardo Lima da Silva, de 11 anos, tem o mesmo entendimento de Mickly. Ao ser questionado sobre a importância do Centro ele disse que as oficinas irão permitir um melhor aprendizado. “Aqui a gente faz experimentos, então é muito legal e aprendemos melhor porque temos a prática do que estudamos em sala de aula”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.