segunda-feira, 24 de julho de 2017

Procon Móvel realiza atendimentos em Paulo Ramos, Marajá do Sena, Pindaré-Mirim e Itinga




Com o objetivo de levar os serviços da cidadania mais perto dos maranhenses, o Procon Móvel continua rodando o Maranhão durante todo o ano de 2017. A partir desta terça-feira (25) até a sexta-feira (28), a unidade alcançará os municípios de Pindaré-Mirim, Marajá do Sena, Itinga e Paulo Ramos com os serviços do Viva e do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon/MA).

Em Paulo Ramos, as ações do Procon Móvel ocorrerão na Unidade Escolar José Joaquim de Araújo, na Rua Elói Silva, localizada no Bairro Francisco Rolins, s/n, entre a terça e quinta-feira.

As unidades móveis passam por três municípios, simultaneamente, de terça a sexta-feira. São eles: em Pindaré-Mirim, na Rua do Fio, s/n, no Centro; em Marajá do Sena, na Câmara Municipal de Vereadores, na Avenida Deputado Cesar Bandeira, s/n, no Centro; e em Itinga, no Prédio Bolsa Família, na Rua Nova Era, s/n, no bairro Vila Samuel, próximo a Escola CEFEM.

O acesso à documentação básica para o consumidor maranhense é um dos pontos mais importantes nos serviços oferecidos pelo Procon Móvel, analisa o presidente do Procon e do Viva, Duarte Júnior. “A cada nova edição, as ações das unidades móveis são aperfeiçoadas, garantindo mais comodidade, facilidade e acessibilidade no atendimento, deixando eles ainda mais próximo de toda a população maranhense”, disse o presidente.

Os cidadãos terão acesso à emissão da 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta do CPF, antecedentes criminais e serviços do balcão do cidadão, que incluem emissão de boletim de ocorrência, consultas (NIT, PIS/PASEP, bolsa família), inscrições em concursos e outros serviços on-line. A formalização de denúncias contra empresas e a orientação de consumidores e fornecedores, também, poderão ser realizadas.

Para acessar os serviços do Viva, o cidadão deve estar com os documentos originais. Para solicitar o RG, é necessário apresentar a original da certidão de nascimento ou certidão de casamento – a emissão da 1ª via do documento é gratuita. A taxa para 2ª via custa R$ 32,83, mas pode ser gratuita caso o cidadão apresente boletim de ocorrência provando roubo ou furto, ou comprovante de cadastro no CadÚnico do Governo Federal, como o cartão Bolsa Família.

No caso do CPF, o solicitante deve apresentar certidão de nascimento ou de casamento. A inscrição é gratuita, assim como a segunda via. Vale lembrar que, para menores de 18 anos de idade, é indispensável o acompanhamento dos pais ou responsáveis.

Para formalizar denúncias contra serviços e empresas privadas, o consumidor deve estar de posse de original e cópia dos seus documentos, além de portar, também, os comprovantes da denúncia (como faturas, contratos, notas fiscais e números de protocolo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.