Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Polícia Civil prende 11 acusados por ações criminosas na região metropolitana de São Luís. Destes, seis participavam de uma quadrilha interestadual




A Polícia Civil do Maranhão apresentou, nesta sexta-feira (4), 11 acusados de práticas criminosas na Região Metropolitana de São Luís. Seis deles tentaram assaltar uma escola no bairro do Filipinho e cinco foram flagrados de posse de um veículo roubado no bairro do Barreto.

Os seis suspeitos de assalto foram presos por agentes da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), na quinta-feira (3), quando tentavam fazer o assalto a uma escola, no Filipinho. Com eles, a polícia apreendeu um veículo Hyundai Azera, de cor prata; duas motocicletas; e três pistolas, sendo duas ‘ponto 40’ e uma ‘ponto 7,6’.  As armas estão com registro de roubo/furto das polícias dos estados do Pará e Maranhão.

O superintendente da Seic, Tiago Bardal, informou que os seis integram uma quadrilha interestadual. Foram identificados por Jadson da Silva dos Santos, 26 anos, com passagem pela polícia por tráfico de entorpecentes; José Lintão Pinto Junior, 26 anos (adulteração de sinal de veículo e tráfico de drogas); Fábio da Silva Mota, 34 anos (roubo e com mandado de prisão em aberto pelo mesmo crime); Alex Ataíde Cutrim, 32 anos; Adoniran Evangelista Silva de Sousa, 29 anos; e Augusto dos Santos Fontoura (tráfico de drogas e dois mandados de prisão por crime de roubo).

Posse de veículo roubado

Outros cinco suspeitos foram presos pela polícia civil, também na quinta-feira (03), quando estavam em um veículo Fiat Uno, de cor prata, roubado no dia 11 de julho deste ano. Os suspeitos têm registros na polícia pela prática de tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma. O delegado Geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, informou que dois deles tem mandados de prisão do Rio de Janeiro e do Pará.

Menor índice de homicídio desde 2014

O delegado Lawrence Melo informou que, em agosto, na Região Metropolitana de São Luís, foi registrado o menor índice de homicídio na gestão do Governo Flávio Dino. “Se compararmos os meses de janeiro a julho de 2014, com os meses de janeiro a julho de 2017, alcançaram uma redução de 34, 3%, no número de homicídios, em razão deste grande trabalho realizado nesses dois anos e sete meses da gestão do governo Flávio Dino”.

O delegado destacou os trabalhos da Polícia Civil nas áreas de investigação, operações e prisão qualificada, com o cumprimento de mandados de buscas e de prisão realizados pelas Superintendências Estaduais da Capital (SPCC), Polícia Civil do interior (SPCI), Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) e a de Investigações Criminais (SEIC). Presentes, também, na  coletiva, a subdelegada Geral, Francisca Adriana; e o delegado de Polícia Civil da Seic, Renê Mesquita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.