Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Por que a TV Mirante quer manchar a gestão da saúde no governo Flávio Dino?



A antiga Casa de Veraneio do governo, palco de festas da oligarquia, foi transformada na Casa Ninar para crianças com problemas de neurodesenvolvimento
Quais os interesses estão por trás da reportagem produzida pela TV Mirante e retransmitida no jornal Bom Dia Brasil da TV Globo sobre supostas irregularidades no aluguel realizado pelo governo do Estado de um prédio onde funcionará o primeiro Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) do Maranhão?

A resposta é simples. A pouco mais de um ano das eleições de 2018 é mais fácil para o grupo Sarney "plantar" falsos ilícitos onde não há nada irregular, e tentar esconder os graves erros do passado cometidos pela gestão da Saúde nos governos Roseana Sarney (PMDB), já que a ex-governadora declarou sua pretensão em retomar o poder no ano que vem.   

Depois do fracasso por trás dos hospitais de 20 leitos inaugurados na gestão Roseana e das denúncias de corrupção contra o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad, resta agora ao clã Sarney tentar manchar a gestão Dino. Murad, em conluio com Roseana, de acordo com investigações da Operação "Sermão aos Peixes", da Polícia Federal, foi o mentor de uma organização criminosa que desviou cerca de R$ 1 bilhão de recursos federais destinados ao sistema estadual de Saúde entre os anos de 2010 e 2013.


Já o governador Flávio Dino, em pouco mais de dois anos e meio, aplicando corretamente os recursos públicos e sem montar esquemas de corrupção, já inaugurou cinco grandes hospitais regionais. Além disso, deu fim à antiga Casa de Veraneio e Festas usada no governo Roseana, ao inaugurar no mesmo local, a Casa de Apoio Ninar para atender crianças maranhenses com problemas de neurodesenvolvimento.

A reportagem da TV Mirante sucinta que o governo do Estado estaria gastando cifras milionárias com o aluguel do prédio onde funcionará o novo hospital. No entanto, ao não publicar a nota emitida há três dias pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), que informa detalhes sobre o aluguel, a reportagem não preservou um princípio essencial do bom jornalismo: o direito ao contraditório.

Na nota, a SES esclarece que "o aluguel de uma estrutura existente representou uma solução mais barata e mais rápida que a construção de um novo imóvel" e que "o valor da reforma será descontado do aluguel, conforme expressa previsão do artigo 35 da Lei nº 8.245/91", derrubando de vez os factoides disseminados pela TV Mirante.

Flávio Dino em visita à obra de adequações da antiga Clínica Eldorado, onde funcionará o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO)

Se o valor da reforma será descontado do aluguel, não há ilegalidade e nem imoralidade. Logo, não há fundamento para a tal "denúncia" da reportagem.

Ao que parece, até a campanha eleitoral do próximo ano, Roseana e os remanescentes da oligarquia Sarney usarão todas as manobras possíveis para tentar desgastar o governo do comunista. Mas eles terão que enfrentar a forte postura de Flávio Dino, que respondeu com firmeza às denúncias.

 "Prefiro ser agredido injustamente pela TV do Sarney do que deixar a população sem o Hospital de Ortopedia. Ele funcionará em breve. Garanto", rebateu o governador em sua conta pessoal no Twitter.

Do Blog do Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.