Governo do Maranhão

Governo do Maranhão

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Governo promove 150 policiais e atinge marca histórica de ascensões na segurança




Mais 150 policiais militares ascenderam na carreira com as promoções concedidas pelo governador Flávio Dino nesta quarta-feira (6). Com os novos coronéis, tenentes, capitães, entre outros, já são mais de quatro mil os policiais que subiram de patente nos últimos dois anos e meio.

É um momento de valorização do mérito dos oficiais da polícia. Nós temos tido estatísticas de violência declinantes e isso se deve ao empenho dos nossos profissionais”, disse Flávio Dino durante a cerimônia de formatura realizada no Comando Geral da Polícia Militar, em São Luís.

Isso mostra também a nossa preocupação com a profissionalização, para que eles possam prestar um serviço cada vez mais qualificado para todo o povo do Maranhão”, acrescentou o governador.

As promoções são fruto de um projeto de lei proposto pelo governador, aprovado na Assembleia Legislativa e posteriormente sancionado pelo executivo estadual. A lei ampliou a quantidade de cargos superiores na PM e possibilitou aos profissionais com entrada na corporação por meio de concurso público e não via academia, que também concorram a cargos superiores da instituição.

Em meio à crise fiscal profunda que o Brasil atravessa, nós mantivemos as promoções e ampliamos essas promoções, abrindo novas vagas. Medidas inéditas para criar o estímulo profissional, para que nós tenhamos a continuidade desse trabalho de combate à violência”, afirmou Dino. 

Segurança pública

O esforço da atual gestão fortalece a política de segurança pública desenvolvida no estado, como destacou o secretário Jefferson Portela. “Nós temos, finalmente, no Maranhão, um governo que investe em segurança pública”, declarou.

São investimentos não só em infraestrutura e equipamentos, como as mais de 600 viaturas já entregues, mas em nossos policiais, acabando com um problema antigo que era o represamento de promoções”, frisou Portela.

De acordo com o comandante geral da PMMA, coronel Frederico Pereira, a redução dos índices de violência é em grande parte resultado dos incentivos ao empenho dos policiais nas ruas. No comparativo entre os meses de agosto de 2014 e 2017, a diminuição da quantidade de homicídios já ultrapassa os 60%.

São esses investimentos que propiciam um controle da criminalidade. Nossos homens, que tanto se empenham e se dedicam em prol da sociedade, têm agora esse momento de reconhecimento. Nossos corações ficam em júbilo”, disse Pereira.

Conquista

A alegria não é apenas dos comandantes e seus policiais. Mães, pais, filhos e amigos participaram da cerimônia de reconhecimento dos profissionais.

Acompanhada da filha, da nora, dos netos e sobrinhos, a senhora Izabel Araújo de Brito foi uma das que chegou cedo para acompanhar a formatura do filho Alexandre, que agora se tornou coronel da Polícia Militar. “É uma alegria imensa! A gente pediu tanto a Deus e agora vê esse sonho se realizar”, declarou a matriarca, orgulhosa.

Esposa do recém diplomado coronel, Luzia Madeiro Neponucena também não escondeu a felicidade: “É o coroamento de uma vida inteira de dedicação profissional. Ele entrou aqui sonhando com isso e agora, depois de tanta espera, ele conseguiu!”.

O agora tenente Vicente Muniz Pereira Filho também foi um dos coroados na ocasião. Para ele, que há mais de 31 anos está na Polícia Militar, a criação dos novos cargos beneficiou muitos policiais, que se sentem ainda mais incentivados a prestar um bom trabalho.

Essa promoção vem sendo esperada há muito tempo e quando veio a notícia de que haveriam novos cargos, outros logo abaixo foram abertos e muita gente foi subindo. Isso é muito bom porque a gente se sente valorizado e tem um novo gosto para o trabalho”, afirmou.


A esposa de Vicente, Elismar Abreu, também acompanhada da filha do casal, Danuza, e do neto, Pedro, comemorou o reconhecimento: “Foi muito boa essa promoção. Além de ele estar num cargo mais alto, é um incremento no nosso orçamento que veio em boa hora!”.




Um comentário:



  1. Estamos livres! Mas a cultura artística no Brasil está morta.

    Graças!, estamos livres da breguice do petismo! Graças ao Dallagnol e ao Palocci.

    Além de ser medíocre em inteligênica em projetos e medidas de macroeconomia, o PT é, também,
    em cultura, em arte, em e-du-cação, barango, brega, POPULISTA,
    embusteiro, cafona, de mau gosto, nivelando por baixo, Kitsch.
    Sempre ODIANDO tudo que se trata de ALTA-CULTURA e tudo
    aquilo que é positivamente de ELITE!

    O PT é uma negação em Economia. Mas o é também em cultura,
    valorizando apenas lixo e a BAIXA-CULTURA.

    O PT foi em 13 anos uma besta-fubana.
    [e tem gente baranga que o adora! Adora & ama o PT! — Dá pra acreditar?].

    Finalmente! Livres do barango! Obrigado Palocci & Dallagnol.

    ResponderExcluir

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.