segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Com 400 cirurgias por mês, Hospital de Ortopedia começa a funcionar na terça-feira


governador visita dependências do Hospital


A dois dias da inauguração do Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), o governador Flávio Dino, acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, visitou as instalações da unidade de saúde na tarde deste domingo (8). O HTO é o primeiro hospital do Maranhão destinado ao atendimento das demandas de alta complexidade na área de traumatologia e ortopedia. Os pacientes devem ser encaminhados pelos postos de saúde, pois o hospital tem leitos regulados.

Para o governador Flávio Dino, a chegada do HTO representa um salto na medicina do estado e na democratização do atendimento trauma ortopédico aos maranhenses. “Vamos multiplicar por cinco o número de cirurgias na área de traumatologia e ortopedia, e com a característica singular de ser a primeira unidade da rede pública do estado a realizar atendimento especializado em ortopedia pediátrica. É mais uma grande obra de saúde  entregue ao povo maranhense”, afirmou o governador. 

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, avalia a entrega do HTO como mais um marco na saúde pública do estado, que está sendo transformada na gestão do governador Flávio Dino. “Temos trabalhado incansavelmente para reorganizar a rede de serviços públicos do estado e, assim, oferecer melhores condições à população maranhense, carente de serviços na área trauma-ortopédica”, declarou.

400 cirurgias por mês


O Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) começa a funcionar nesta terça-feira (10), em São Luís, e vai ajudar a desafogar a fila de espera por cirurgias. A capacidade inicial será de 400 operações por mês.

Hoje, as cirurgias ortopédicas feitas pela rede estadual em São Luís estão concentradas no Hospital de Câncer do Maranhão, antigo Hospital Geral. São, em média, de 70 a 80 cirurgias feitas no local.

O novo hospital vai funcionar na Rua Barão de Grajaú, no bairro Jardim Eldorado, em São Luís. A unidade terá três centros cirúrgicos.

No Hospital de Traumatologia e Ortopedia, os médicos terão recursos tecnológicos para fazer procedimentos complexos, como alongamento ósseo e o implante de próteses articulares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.