quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Plano Mais IDH: Transformação de realidade e mais qualidade de vida e dignidade





As transformações das ações do Mais IDH são visíveis na família de dona Kátia Nascimento, do povoado Santa Helena, município de Milagres do Maranhão. Ela e seu esposo, João da Conceição contam, com orgulho, e mostram a beleza de seus canteiros recheados de hortaliças, graças ao apoio do Governo do Estado.

Eles iniciaram uma pequena horta para uso exclusivo da família, e, hoje, já comercializam para os municípios de Milagres e Brejo, também vendem para a própria comunidade, participam das feiras locais e são referência nas feiras da agricultura familiar do município de Milagres.

"Nossa vida melhorou 100% e somos muito gratos a tudo que aprendemos, colocamos em prática e esse aqui é o resultado", conta dona Kátia mostrando com orgulho a beleza da produção de hortaliças que compreende uma área de mais de 200 metros. "Só acontece assim com quem trabalha firme, com quem se interessa em aprender e fazer", concluiu dona Kátia.

Por semana dona Kátia vende 11 caixas de hortaliças a R$ 40 cada uma. Por mês, são quase R$ 2 mil. “Eu só tenho a agradecer o apoio do governador Flávio Dino por dar oportunidade para quem quer trabalhar e ter o sustento de todos os dias da nossa família. Graças a Deus não falta alimento na minha mesa, hoje eu vivo bem”, pontuou.

O casal soma seu trabalho ao importante serviço de assistência técnica que recebe da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – AGERP, órgão vinculado à secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF).

O Mais IDH é uma grande resposta para o Maranhão, é um novo olhar para quem era invisível. Renda, dignidade e qualidade de vida é uma realidade nos 30 municípios atendidos pelo Mais IDH”, concluiu Givanildo Ramos, gestor da Agerp da Regional de Chapadinha.

É muito significativo o impacto do plano como um todo. As pessoas estão produzindo e comercializando produtos da agricultura familiar com incentivo financeiro e apoio técnico, as famílias estão recebendo kit feira para comercializar o excedente da produção porque quem planta, colhe e vende, gerando renda e dignidade. É essa transformação que estamos realizando na agricultura familiar do Maranhão", enfatizou o secretário da SAF, Adelmo Soares.

Plano

As ações do Plano são desenvolvidas de forma integrada. Aproximadamente 12 secretarias e órgãos do executivo estadual integram os grupos de trabalho que devem implementar as políticas públicas de forma específica e regionalizada. Além disso, os comitês de gestão municipal, compostos de representantes do poder público local e da sociedade civil, acompanham desde a proposição das ações até sua aplicação, participação popular, que é um dos pilares do Mais IDH.

Os projetos de melhoria foram divididos em áreas como educação, produção, trabalho e renda, saúde e saneamento, infraestrutura, entre outros, segundos as quais, programas como o Escola Digna, Mais Asfalto, Mais Saneamento. Foram incluídos como beneficiários das ações, os municípios de Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Caru, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açu, Primeira Cruz, Aldeias Altas, Pedro do Rosário, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São João do Soter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro do Maranhão, Brejo de Areia, Serrano do Maranhão, Amapá do Maranhão, Araioses, Governador Newton Bello, Cajari, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão, São Francisco do Maranhão e Afonso Cunha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.