quinta-feira, 23 de novembro de 2017

O 11º Batalhão de Polícia Militar entra na era digital com a implantação de aplicativo para atendimento de ocorrências





A plataforma de tecnologia POLÍCIA POPULAR foi lançada na cidade de Timon-MA, nesta segunda-feira, dia 20 de novembro, no 11º Batalhão de Polícia Militar, pioneiro no uso desse aplicativo, que tem como objetivo otimizar recursos públicos e aumentar a produtividade e a eficiência dos serviços prestados pela  Polícia Militar, assegurando operação e gestão com inteligência.

Através da integração em tempo real do cidadão com o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), acredita-se que reduzirá e muito o tempo de resposta, além de aumentar a efetividade de ações, e, também, a confiança da população nas autoridades.
 
 Principais benefícios

Menor tempo de resposta
Estratégia de segurança assertiva
Informações detalhadas no tempo certo 
Redução de custos
Eficiência do efetivo
Maior produtividade
Transparência ao cidadão
Gestão estratégica

Do ponto de vista operacional, através de seu smartphone o cidadão pode enviar um alerta em tempo real de uma ocorrência. A tecnologia enviará todos os dados do solicitante, como também o endereço da ocorrência e sua localização para o COPOM. Futuramente, as patrulhas que estiverem nas viaturas, poderão atender os chamados através do aplicativo de celular, logo que visualizarem as ocorrências. Os atendimentos serão acompanhados pelo Centro de Operações, através do mapa solução de geolocalização e aparelhos de GPS oriundos dos dispositivos móveis.

O 11º Batalhão de Polícia Militar inova acompanhando a tecnologia para o benefício da população timonense. Cada vez mais a polícia vem lançando mão de mecanismos que possibilitem dar maior eficiência ao serviço operacional da unidade. Nesse contexto, o aplicativo Polícia Popular, além de dar maior celeridade ao atendimento das ocorrências, cria uma interface direta entre a sociedade e a Polícia Militar” , afirma o Ten. Cel. Schnneyder, Comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.