terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Jhonathan revela que matou líder facção após ser ameaçado de morte



Jhonathan

No depoimento, prestado na Delegacia Plantonista da Cidade Operária, no domingo (07), o detento Jhonathan de Souza Silva, de 29 anos, revelou que matou o também detento, Alan Kardec Dias Mota, após ser ameaçado várias vezes.

De acordo com Jhonathan, em algumas ocasiões como em jogos de xadrez e futebol, no pátio do presídio, eles acabaram se desentendendo. Jhonathan revelou que sempre era chamado de ´´pistoleiro`` e ´´safado``, pela vítima, e que o mesmo sempre dizia que ele [Jonathan] deveria ser espancado até a morte.
 
Alan Kardec
Jhonathan matou Alan kardec na manhã do último domingo ( 07) durante o banho de sol na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 4 (UPSL 4), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Segundo o assassino, tudo ocorreu depois que ele ouviu um barulho vindo de outra cela, na noite anterior, como se alguém estivesse amolando uma faca.

Jhonathan enfiou um chuço no peito da vítima. Segundo ele, a arma foi encontrada em um dos banheiros do pátio, próximo a um vazo sanitária.

Alan Kardec, apontado como um dos líderes da facção Bonde dos 40, ainda foi socorrido com vida para um hospital, mas não resistiu.

Natural do estado do Pará, Jhonathan cumpre pena por ter matado o jornalista e blogueiro Décio Sá, crime ocorrido em abril de 2012.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.