quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

“É muito bom ver que está quase pronta”, diz moradora sobre a rodovia entre Amarante e Sítio Novo


Obras em fase de finalização na MA-275, entre Amarante e Sítio Novo (Foto: Leandro Sousa)


Maria Barbosa mora às margens da MA-275 e está muito feliz com as ações realizadas pelo Governo do Maranhão. O sentimento dela representa o que ninguém em 40 anos atrás pensou ver um dia: a MA-275 receber pavimentação asfáltica e proporcionar mais qualidade de vida aos moradores.

Ela e os mais de 11 mil habitantes da região estão vendo de perto a rotina da comunidade mudar para melhor. O acesso que antes isolava a população dentro de casa devido a poeira intensa, agora se tornou um espaço de integração para a prática de atividade física.

Quem imaginava que um dia a gente ia poder usar essa estrada para fazer caminhada?  Então para mim que moro aqui pertinho é só alegria! É muito bom ver que essa estrada já está quase pronta. Antes no inverno era muita poeira e lama”, diz feliz a dona de casa Maria Barbosa.

Os serviços do Governo do Maranhão, realizados pelas equipes da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), entre Amarante e Sítio Novo, seguem em andamento em fase de finalização. Boa parte da rodovia já recebeu camada asfáltica e os impactos no tempo do translado já é percebido por quem trafega diariamente pelo trecho.

São mais de 41 quilômetros que estão recebendo pavimentação, acostamento, canais para escoamento da água que possa acumular devido à chuva, além da implantação de sinalização horizontal e vertical.
O radialista Ray Almeida, que todos os dias passa pela rodovia para ir ao seu local de trabalho, disse que a obra trará mais desenvolvimento para o município.

Maria Barbosa faz caminhada em calçadão 
construído junto com a pavimentação
 da MA-275 (Foto: Simone Maia)

Eu como amarantino fico muito feliz em ver algo que era sonho de todo mundo que mora aqui agora ser uma realidade! A gente só tem que agradecer o governo atual, porque muitos antes dele prometeram, mas não fizeram”, conta.

Para Clayton Noleto, secretário da Sinfra, os investimentos do Governo do Maranhão na Região Tocantina expressam o compromisso e a dedicação em levar obras que melhoram o dia a dia da comunidade.

Estamos muito felizes em saber que a comunidade já está aproveitando a estrada, seja para fazer caminhada no calçadão que foi construído ao lado, seja para escoar sua produção ou para fazer suas atividades diárias nos municípios vizinhos”, afirma.

O trabalho do Governo do Maranhão é esse: levar qualidade de vida para a população através de cada obra”, completa Noleto.

Investimentos na Região 

Nos últimos quatro anos, vários outros moradores da Região Tocantina perceberam o reflexo do investimento de mais de R$ 500 milhões do Governo do Estado, por meio da Sinfra.
Foram contempladas todas as 24 cidades no entorno da região com obras concluídas ou em andamento nas áreas de educação, infraestrutura, esporte e lazer, saúde e segurança.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Restaurante Popular de Lago da Pedra é alvo de assaltantes


Restaurante Popular de Lago da Pedra


Dois assaltantes, armados, invadiram o Restaurante Popular de Lago da Pedra, renderam os funcionários e roubaram todo o dinheiro (valor não revelado) do caixa. A ação aconteceu no final da manhã desta terça-feira (19). O Restaurante, do Governo do Estado, onde a refeição tem custo simbólico de R$ 3,00, fica localizado em um local de grande movimentação, no bairro Currutela, em Lago da Pedra.

Ainda de acordo com informações, logo após a ação no restaurante, a dupla, que andava em uma motocicleta, foi até o Posto Macaúba, que fica no bairro Macaúba, rendeu o frentista e levou o dinheiro que estava com ele.

As polícias Militar e Guarda Civil Municipal (GCM) estão em busca dos suspeitos.


Governo realiza programação de incentivo à leitura na Biblioteca do Engenho em Pindaré-Mirim


Biblioteca do Centro Cultural Engenho Central de Pindaré-Mirim (Foto: Divulgação)


A Biblioteca Pública Benedito Leite (BPBL) e o Centro Cultural Engenho Central de Pindaré-Mirim, equipamentos culturais do Governo do Estado, realizam, a partir desta terça-feira (19), o Lendo o Carnaval no Engenho, programação cultural que celebra o carnaval com atividades de incentivo à leitura e a literatura.

A programação prossegue, até quinta-feira (21), no Centro Cultural Engenho Central de Pindaré-Mirim, no município de Pindaré-Mirim. Com brincadeiras, oficinas, contação de histórias e muita folia, o projeto, promovido pela BPBL, reunirá crianças durante três dias de atividades na Biblioteca do Engenho, um espaço de leitura inaugurado no centro de cultura.

O evento já faz parte do calendário da Biblioteca Benedito Leite, em São Luís e, agora, vamos levar para Pindaré-Mirim, aproveitando o período do pré-carnaval para animar a criançada e incentivar a leitura com muita imaginação”, disse a diretora da BPBL, Aline Nascimento.

Outra atração do evento será o Bailinho de Carnaval, a ser realizado no término das atividades, depois da exposição temática, relato de histórias de personagens marcantes do carnaval e da oficina Decoração de Máscaras, dentre outras atividades.

Caravana

A programação faz parte da Caravana do Engenho, que tem por objetivo levar, para a região do Pindaré, ações de incentivo à arte, cultura e turismo com a participação dos equipamentos culturais do Governo do Estado.

Para os próximos meses, estão previstas mais ações que irão movimentar a cena cultural da região”, informou a diretora do Centro Cultural do Engenho, Amélia Cunha, que já anuncia, para março a Oficina de Teatro, a ser realizada pelo Centro de Artes Cênicas, e a exposição “Josué Montello, o divulgador da cultura maranhense”, promovida pela Casa de Cultura Josué Montello.

O Centro Cultural Engenho Central de Pindaré-Mirim foi entregue à população, pelo governador Flávio Dino, recentemente. Funciona com exposições permanentes e temporárias, memorial, cineteatro, salas de capacitação e realização de cursos e eventos culturais.

Bombeiros que atuaram em Brumadinho recebem a mais alta condecoração do Maranhão


Bombeiros participaram das buscas em Brumadinho por 22 dias (Foto: Gilson Teixeira)


Em cerimônia no Palácio Henrique de La Rocque, na tarde desta segunda-feira (18), o governador Flávio Dino condecorou com a Ordem dos Timbiras os 22 bombeiros militares maranhenses que atuaram por mais de vinte dias no trabalho de resgate de vítimas em Brumadinho (MG).

A Ordem dos Timbiras é a mais alta comenda ofertada pelo poder executivo estadual. Os bombeiros foram enviados pelo Governo do Maranhão em missão humanitária e social, para dar apoio às buscas avançadas na cidade mineira após o rompimento da barragem na mina Córrego do Feijão, no dia 25 de janeiro, que vitimou centenas de pessoas.

Durante a cerimônia, o governador Flávio Dino exaltou a coragem, bravura e o espírito de solidariedade dos Bombeiros que se dedicaram à missão, numa tragédia que comoveu todo o país.

Nós assistimos essa equipe do Corpo de Bombeiros mostrando dedicação, solidariedade e capacidade técnica. Esta condecoração é a mais alta do nosso estado e eu sempre reservo para momentos muito especiais, como este caso, por exemplo. Aqui estamos homenageando, em primeiro lugar, toda a instituição, que mais uma vez mostrou a qualidade dos seus integrantes e, claro, sublinhando a importância destes atos de solidariedade”, disse.

Major Patrício Daniel, chefe da Missão Brumadinho, 
recebe comenda das mãos do Governador Flávio Dino 
(Foto: Gilson Teixeira)

É uma situação dramática, limite, que oferece uma série de riscos, inclusive a saúde e a integridade física desses servidores, que cumpriram com êxito a missão e merecem esse reconhecimento”, complementou Flávio Dino, no ato de condecoração, renovando, também, a solidariedade às famílias que foram vítimas da tragédia.

Os bombeiros maranhenses, que participam do grupamento de salvamentos especiais, trabalharam nos serviços de escavação e triagem da lama, na busca por vestígios de locais com maior probabilidade de concentração das vítimas.

O Major Patrício Daniel, comandante dos Bombeiros em Itapecuru, foi quem comandou a Missão Brumadinho. Para ele, as condições inóspitas e perigosas em que passou a equipe e, principalmente, a gravidade e comoção coletiva, exigiu ainda mais coragem dos homens destacados.

Foi a missão mais desafiadora de toda a minha carreira ao longo desses 13 anos de Bombeiro e marcou muito porque era uma missão humanitária, principalmente para amenizar a dor das famílias”, disse o comandante.

Então, ter esse reconhecimento por parte do poder executivo Estadual simboliza que nosso trabalho foi de grande valia. Era um ambiente desolador, cheio de tristeza, em que a cidade estava debaixo de lama e, mesmo com risco da própria vida, toda equipe estava empenhada”, relatou.
Governador condecora com a Ordem dos Timbiras 
os 22 bombeiros enviados a Missão Brumadinho 
(Foto: Gilson Teixeira)


Desde 2015, a corporação maranhense tem participado de missões especiais de resgate e salvamento, como o terremoto do Equador e incêndio no Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí, em ato de solidariedade às vítimas e seus familiares, bem como aos militares de outros estados e países, que trabalham nos resgates.

A solidariedade já é uma constante que move a corporação, segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto.

Esta foi mais uma missão importante, como outras que já fizemos. A gente sabe que foi uma grande tragédia e o espírito de solidariedade move a todos e principalmente a nós que somos Bombeiros e foi uma honra ter participado da operação com os nossos 22 Bombeiros que foram enviados por autorização do governador Flávio Dino, tão logo que foi procurado. Enviamos equipe especializada em salvamentos especiais, nestas situações delicadas”, detalhou o coronel.

Confira a lista dos bombeiros militares maranhenses condecorados: 

1 – MAJ QOCBM Patrício Daniel dos Passos Penha

2 – MAJ QOCBM Nilson da Silva Azevedo Júnior
– CAP QOCBM Jonatan Silva Coutinho
– CAP QOABM Claudionor Ribeiro Moraes
– 1° TEN QOCBM David martins Soares
6 – 1° TEN QOCBM Cleyston José Raimundo Nunes Moreira
– 2° TEN QOCBM Elenilton Ribeiro de Souza
– ST BM Adelson Vales Santos
9 – 1º SGT BM Marcos Aurélio Ribeiro
10 – 1º SGT BM Alexsandra Lisboa Rodrigues Galvão
11 – 2º SGT BM Carlos Arnoldo Cardoso Silva
12 – 2º SGT BM Antônio Cláudio Silva Santos
13 – 2º SGT BM Jorge Luis da Conceição Bottentuit
14 – 3° SGTBM Elismar de Souza
15 – 3° SGT BM Christiano Cabral Oliveira
16 – 3° SGT BM Rafael Gustavo Ribeiro Ramos
17 – 3° SGT BM Anderson Max Silveira de Oliveira
18 – CB BM Brenda Aline Barros Matos
19 – CB BM Julyano Edino de Freitas Nascimento
20 – SD BM Jefferson mauro Serra Rabelo
21 – SD BM Wanderson dos Santos Neves
22 – SD BM Alex dos Anjos.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

"Tem 20 anos que lutamos pela educação no campo e com Flávio Dino nós conseguimos a Escola Digna”, afirma coordenadora do MST em Itapecuru Mirim



Ivone Lima, mãe de Luís Otávio e Karla Cristina, estudantes da EM Maria Aragão


Durante os primeiros anos do Assentamento Cristina Alves, Agrovilla Cabanagem em Itapecuru-Mirim, as crianças estudavam em um barracão de taipa e palha, como lembra a agora estudante de Direito e ex-aluna da Escola Municipal Maria Aragão, Eliane Araújo Magalhães, de 22 anos.

Eliane Araújo Magalhães estudante de Direito e
ex-aluna da EM Maria Aragão
Quando eu e a minha família chegamos no assentamento eu tinha 11 anos. Eu estudei na escola de taipa, debaixo de ‘pé de planta’ dos 11 aos 14 anos. Quando chovia molhava tudo, as carteiras não eram confortáveis e o banheiro era só um cercado”, disse Eliane.

Essa realidade também foi vivida pela jovem Kaylane Montelo, de 13 anos, que descreve como era a escola.  O teto era de palha e quando chovia molhava, e não tinha como ter aula, porque alagava tudo, aí a gente tinha que estudar em casa mesmo. O banheiro era só um e era de palha”, afirmou Kaylane.

Hoje, não existe mais barracão de barro com teto de palha para as crianças e jovens da Agrovilla Cabanagem, pois foi construída no lugar uma Escola Digna, inaugurada pelo governador Flávio Dino na última sexta-feira (15).

Eu vim aqui pela causa da luta pela justiça social. A escola é o caminho de construção de igualdade de direitos. Por isso, estamos abrindo escolas, oportunidades e sonhos para onde jamais havia sido olhado antes. Hoje estamos testemunhando a presença do governo neste assentamento, nesta comunidade. Só é possível construir uma sociedade autenticamente justa se, desde pequenininhos, mostrarmos para os meninos e para as meninas que eles são respeitados", destacou o governador Flávio Dino.

O governador também ressaltou ainda a importância dos movimentos sociais. "Quero agradecer a força e luta do MST, dos movimentos de produtores rurais, e das lutas que nascem da força do povo. A causa da reforma agrária deve ser de todos os brasileiros. Nós temos que permanecer unidos, e unidos olhando para quem mais precisa. O resto tudo passa, o que fica é a nossa luta por justiça, por igualdade, por decência e por dignidade. A única obra imortal e eterna é transformar a vida das pessoas, e garantir a educação de qualidade para esses meninos, é a maior obra que Deus me permitiu realizar nesse estado. Viva a Educação!”, arrematou Flávio Dino.

 A alegria é gigante. A gente olhando todo o mobiliário, tudo o que chegou para o funcionamento da escola e se lembra onde a escola funcionava ano passado, uma sala pequena com um monte de criança no calor, muito difícil e precarizado. Hoje a gente olha a escola nova, uma maravilha, tudo decente, tem 20 anos que nós lutamos pela educação no campo e com o Flávio Dino nós conseguimos a nossa Escola Digna. Agora a gente tem estrutura, ‘tá’ lindo o prédio, a gente ‘tá’ muito feliz. Nós do Movimento Sem Terra acreditamos na pedagogia do movimento. A educação é um passo fundamental para mudar a vida das pessoas e as pessoas mudarem o mundo, como dizia Paulo Freire”, enfatizou Lenilde de Alencar Araújo, coordenadora estadual do setor de educação do MST. 

A nova estrutura agradou também a mãe dos pequenos Luís Otávio e Karla Cristina.“Eu tô achando bom, a gente mora há 11 anos aqui no assentamento e essa é uma conquista para todos. Eu tenho dois filhos que vão estudar na nova escola e em breve vai estudar o meu filho menor. Estamos muito felizes”, comemorou Ivonete Lima Silva, mãe da Karla Cristina, 4 anos, e Luís Otávio, 6 anos, estudantes da Escola Digna.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Licitação fraudulenta motiva bloqueio de bens para ressarcimento dos cofres públicos




Após pedido do Ministério Público do Maranhão, o Poder Judiciário determinou, em 28 de janeiro, o bloqueio dos bens de Almiran Pereira de Souza, secretário municipal de Finanças de Paraibano; de Márcio Roberto Silva Mendes, presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL); da empresa J.B. Lopes & Cia LTDA; e dos proprietários João Bosco Lopes e Josias Alencar da Silva.

Foram bloqueados imóveis, veículos, valores depositados em contas bancárias, para garantir o total ressarcimento dos danos aos cofres públicos e o pagamento de multa civil de R$ 676.060,00.

Todos são acusados de fraudar um processo licitatório, no valor de R$ 1.351.680,00, para contratação de empresa especializada no serviço de locação de veículos. Entretanto, ao investigar a empresa, o MPMA descobriu que esta não possui nenhum veículo registrado e não tem sede no endereço fornecido.

Segundo o promotor de justiça Gustavo Pereira Silva, os requeridos causaram danos aos cofres públicos e suas ações confirmam o enriquecimento ilícito, contrariando os princípios da legalidade, economicidade, eficiência e moralidade, que regem a Administração Pública.

A ausência de veículos registrados em nome da contratada a impossibilita de cumprir o objeto do contrato que trata do aluguel de uma frota de veículos”, afirmou, na ACP, o titular da Promotoria de Justiça de Paraibano.

Irregularidades

Todos os documentos relacionados à licitação, Pregão Presencial nº 07/2018, foram avaliados pelo Ministério Público, por meio da Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça que identificou várias irregularidades e inconsistências. O edital foi assinado pelo presidente da CPL, Márcio Roberto Mendes, mesmo sem a competência para realizar tal ato.

Em relação à publicidade, não constam nos autos os comprovantes das publicações do aviso de licitação, conforme determina a legislação. “A inexistência de publicidade do aviso compromete o atendimento do caráter competitivo do procedimento licitatório”, afirmou Gustavo Pereira Silva.

A documentação sobre a qualificação econômico-financeira apresentada pela empresa J.B. Lopes & Cia LTDA, exigida no item 8.1.6.2 do edital, tem o Balanço Patrimonial e o Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE) ilegíveis. Ao consultar a autenticidade pelo código de protocolo, o Ministério Público constatou a ausência de registro de dados na Junta Comercial do Maranhão (Jucema).

Outra inconsistência é que a autorização para o processo licitatório e o termo de homologação foram assinados pelo secretário de Finanças. Porém, não consta no processo o Decreto Municipal ou instrumento equivalente delegando tal competência para realização dos atos.

Na avaliação do Ministério Público, todo o procedimento licitatório foi irregular e a empresa ganhadora não possui nenhuma condição econômica para executar o objeto do contrato. “É inadmissível que uma empresa ganhe uma licitação sem ter sede, empregados, veículos ou qualquer outro patrimônio em seu nome”, afirmou o promotor de justiça.

Fonte:(CCOM-MPMA)

Lago da Pedra: polícia apreende menor em bar por porte ilegal de arma de fogo




Policiais militares  e municipais de Lago da Pedra apreenderam, no final da noite desta quarta-feira (13), em um bar, um menor por porte ilegal de arma de fogo. O fato aconteceu no bairro Vieira Neto.

O menor de inicias G.L.S, de 15 anos, portava um revólver calibre 38 sem numeração e com uma munição intacta.

Os policiais chegaram até o suspeito por meio das ações ostensivas realizadas em bares da cidade.

O menor foi conduzido à Delegacia, onde foi apresentado sem lesões corporais, para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Mais de R$ 28 milhões são investidos na construção de novos prédios escolares no Maranhão




Mais de 60 municípios maranhenses estão recebendo novas construções educacionais do Governo do Maranhão neste início de ano. Com um investimento superior a R$ 28 milhões, as obras estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Por meio do Programa Escola Digna, os alunos serão beneficiados com a construção de 64 novos prédios, que serão distribuídos em povoados, assentamentos e comunidades indígenas. Em todas as localidades, o mapeamento das equipes apontou condições precárias nas estruturas de ensino, como a falta de piso, carteiras e uma série de problemas que afetam de forma direta o conforto dos alunos para realizarem suas atividades.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, a construção de novos prédios tem mudado completamente a realidade das famílias maranhenses. Mais conforto e comodidade para os alunos, mais segurança e dignidade, também, para os professores. “É assim que temos reconhecido a educação do nosso Estado, trabalhando para garantir que o ensino e aprendizado dos nossos maranhenses seja feito de forma digna e com qualidade”, disse Clayton.

Escola Indígena

As cidades de Amarante do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú, Montes Altos, Arame e Bom Jardim, por exemplo, estão com obras em execução em oito aldeias indígenas da região. As comunidades das aldeias Canafistola, Juçaral, Variante, Campo Alegre, Abraão, Jacaré e Tiracambu e Awa Guajá terão pela primeira vez um espaço de educação com estrutura adequada para atender a demanda de ensino das famílias da região. Juntas, elas somam um investimento de mais de R$ 3 milhões.

O Escola Digna segue transformando a vida dos maranhenses, ao possibilitar que os estudantes tenham acesso às condições adequadas para a aprendizagem, com escolas totalmente equipadas e, ainda, com a formação dos profissionais nos municípios, garantindo a qualidade desde o ensino infantil”, declarou o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão.

Escola Digna

Desde o início da primeira gestão do governador Flávio Dino, a educação tem sido uma das bases para que o Estado possa avançar com o plano de desenvolvimento. Para chegar ao maior Ideb da história do Maranhão, diversos outros recordes foram quebrados. Entre eles, o da construção, reconstrução e reforma de escolas. Foram 840 Escolas Dignas em todas as regiões do Maranhão.

Prefeito de Bequimão emite Nota de Esclarecimento sobre acusação do MPE




Após o Ministério Público do Estado do Maranhão (MPE) publicar uma matéria sem argumentação apontando uma série de irregularidades e acusar o prefeito de Bequimão, Zé Martins de abandonar a obra do Parque Expocapril e alega ausência de prestação de contas dos valores recebidos por meio do convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura (Sagrima), o prefeito Zé Martins emitiu nota de esclarecimento e, com fotos e documentos, se defende das acusações que ele define como factoide.

Veja abaixo a nota de esclarecimento na íntegra

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, em respeito à opinião pública, e em atenção às matérias jornalísticas diversas dando conta da propositura de Ação Civil por ato de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público Estadual através de sua Promotoria instalada na Comarca de Bequimão, vem esclarecer o que segue:
1 - Inicialmente devemos reconhecer e louvar o zelo do Ministério Público na defesa do patrimônio público e da probidade administrativa, iniciativas que por vezes, devido ao excesso de zelo, acaba por cometer algumas injustiças, como foi no presente caso;
2 - Com efeito, o Município de Bequimão assinou convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura, ainda no ano de 2014, cujo objeto era a construção da infraestrutura do Parque de Exposição do município, no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais);
3 - Do total contratado, o governo estadual repassou apenas R$ 100.000,00 (cem mil reais), tendo o Município de Bequimão executado bem além deste valor, prova disso é que nunca cessou as exposições no mencionado parque como mostram as fotografias que seguem em anexo a esta nota;
4 - Embora tenha recebido somente o valor da primeira parcela, apesar de reiterados pedidos de medições para receber o restante do convênio e concluir a obra, o Município de Bequimão, fez sim, a prestação de contas do valor recebido em 26 de dezembro de 2014, conforme protocolo da SAGRIMA, tendo sido a mesma autuada com o Processo 0244876/2014 (SAGRIMA), falecendo de qualquer sentido a acusação da parte do MPE de que não houve a prestação de contas;
5 - Com relação à ilação de que teria havido “irregularidades no processo”, trata-se de uma acusação totalmente sem sentido. O processo licitatório obedeceu todas as etapas previstas em lei e o objeto foi executado. Não tendo sido concluído até o final, devido à ruptura unilateral do convênio por parte do atual governo estadual.
6 - Por fim, conclamamos, não apenas o Ministério Público, mas, também, a imprensa e toda a sociedade a se manterem vigilantes quanto à fiscalização dos recursos públicos, pois da parte deste gestor tais iniciativas sempre terão todo o apoio necessário, uma vez que a fiscalização e vigilância apenas atestarão a lisura dos nossos procedimentos.

Atenciosamente,

Zé Martins.
Prefeito de Bequimão.



quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Morre o menino João Miguel que teve o corpo queimado em uma carvoaria em Buriticupu




O garoto João Miguel, de 5 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (13), em Goiânia. João Miguel estava internado desde  novembro no Hospital Governador Otávio Lage, referência em queimados.

O garoto, que vinha apresentando melhoras, acabou contraindo uma infecção, e, na madrugada, não resistiu a uma parada cardíaca.

O caso João Miguel foi muito repercutido no estado. Ele teve 70% do corpo queimado em uma carvoaria, em Buriticupu. Por conta dos graves ferimentos, o menino teve as duas mãos amputadas. 

João Miguel tinha ido visitar o local de trabalho do pai, brincando, ele acabou caindo na fornalha onde é feito o carvão.

Prefeitura de Paulo Ramos veta permutas e remoções de professores




A Prefeitura de Paulo Ramos, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), cancela transferências de professores da rede municipal de ensino da zona rural para a zonara urbana e, ainda, barra todas as permutas de professores de Paulo Ramos com profissionais de municípios vizinhos como Marajá do Sena, Bom Lugar e Lago da Pedra.

Segundo uma fonte ligada à prefeitura, a decisão, legal, visa ajustar o quadro de profissionais do Município, para atende a demanda escolar, além de melhorar a qualidade do ensino.

A resolução deixou professores chateados.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Rogério Cafeteira é anunciado como secretário de Esportes do governo Flávio Dino





O governador Flávio Dino anunciou, na noite desta terça-feira (12), por meio das redes sociais, que o  ex-deputado Rogério Cafeteira será o responsável pela Pasta dos Esportes.

Na primeira gestão Flávio Dino, Rogério Cafeteira foi o líder governista na Assembleia Legislativa, onde fez um bom trabalho defendendo as pautas de interesse do governo.

´´Muito obrigado, gov . Será uma honra integrar sua equipe de trabalho e continuar na luta por um Maranhão ainda melhor! Estarei empenhado em utilizar o Esporte como ferramenta de Inclunsão e transformação social. Tenha certeza que farei por onde merecer a sua confiança!``, escreveu Cafeteira.

Também nesta noite, o governador anunciou o nome da nova presidente da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), a engenheira agrônoma e especialista em tecnologia de alimentos, Fabíola Ewerton.

Com Pacto pela Paz, mais de 2 mil armas são retiradas de circulação no Maranhão


Policiais premiados receberam cheques de R$ 20 mil reais (Foto: Karlos Geromy)


Mais de 2 mil armas já foram apreendidas no Maranhão depois da implantação da premiação de policiais civis e militares, sendo 1.427 apreensões apenas no ano passado e que teve a solenidade de reconhecimento dos policiais realizadas na segunda-feira (11).

A ação, estabelecida em 2016 a partir da Medida Provisória 219/2016, faz parte do Pacto pela Paz, gerido pelas Secretarias de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Segurança Pública (SSP).

Os policiais premiados recebem, cada um, um cheque de 20 mil reais, sendo que alguns foram premiados pela terceira vez. O policial militar Costa Lima, que apreendeu 85 armas no ano passado, ficou em segundo lugar na sua categoria e acredita que as ações da gestão estadual estão no rumo certo.

O governador demonstra preocupação com a população maranhense quando premia os policiais por esse trabalho preventivo. No 16º Batalhão, sob o comando do major Emerson, por exemplo, estamos há dois meses sem homicídios na área e isso é fruto de muito trabalho e da competência de toda a equipe de governo”, avaliou.

O Maranhão possui, hoje, os maiores indicadores de redução de violência no Brasil. Nenhuma outra região metropolitana, no país, reduziu em 60% o número de crimes letais em apenas três anos. Na contramão da campanha armamentista liderada pelo Governo Federal, o governador Flávio Dino vem conquistando números históricos na segurança pública com o recolhimento de armas e valorização da força policial.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, destacou a importância da valorização desses profissionais e ressaltou que “é a terceira premiação de policiais que mais apreenderam armas no Maranhão, então, é um reconhecimento do Governo do Estado a esse trabalho de salvar vidas, retirando armas de fogo de circulação”.

Nós sabemos, que elas são usadas, inclusive, nos crimes mais graves, que são os crimes contra a vida. Então, agradeço muito ao governador Flávio Dino por esse reconhecimento aos homens e mulheres do sistema de segurança do Maranhão”, completou Portela.

O secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, parabenizou os policiais premiados e as corporações das Polícias Civil e Militar pelo trabalho de controle da segurança pública por meio de ações preventivas, que valorizam, sobretudo, vidas.

Ao contrário do que prega o senso comum, os Direitos Humanos dialogam profundamente com a polícia, uma vez que ambos trabalham em defesa da vida humana. Acreditamos que o trabalho conjunto entre as duas áreas é um caminho bastante promissor para a promoção de uma cultura de paz”, afirmou.

Pacto pela Paz

O governador Flávio Dino instituiu, por meio da Lei nº 10.387, de 21 de dezembro de 2015, o programa Pacto pela Paz, visando reduzir os índices de criminalidade por meio de ações preventivas e educativas, em uma parceria da polícia com a comunidade.

O programa reúne uma série de ações para reestruturação da Segurança Pública do Maranhão. As iniciativas envolvem a contratação de mais policiais, promoções, investimentos em formação profissional, tecnologia e infraestrutura.

O diálogo com a população, através do estreitamento das relações com as lideranças comunitárias, e a realização de cursos e oficinas para estimular a cultura de paz são outras vertentes do programa social.