Governo do Maranhão

Governo do Maranhão
Governo do Maranhão

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Governo discute com prefeituras construção de matadouro na região da Pré-Amazônia



O Programa de Matadouros Regionais (Promar) é uma das ações previstas no Programa ‘Mais Produção’ criado pelo Governo do Estado para fortalecer a cadeia de carne e couro no estado. A região da Pré-Amazônia será uma das contempladas com um matadouro misto, que atenderá 14 municípios.
Representantes das prefeituras das localidades beneficiadas com o matadouro da Pré-Amazônia se reuniram com gestores das secretarias de Estado de Agricultura e Pecuária (Sagrima) e Indústria e Comércio (Seinc), no município de Presidente Dutra, na última terça-feira (12), para discutir a construção e gestão do novo matadouro.
Prefeitos e secretários de Agricultura e Saúde dos municípios de Governador Eugênio Barros, Graça Aranha, Santa Filomena do Maranhão, São Domingos do Maranhão, Tuntum, Governador Luís Rocha, Santo Antônio dos Lopes, São José dos Basílios, Dom Pedro, Governador Archer, Gonçalves Dias, Joselândia e Senador Alexandre Costa conheceram melhor o Promar e seus benefícios à população. Também conheceram detalhes das atribuições dos municípios, como a criação do Serviço de Inspeção Municipal e o combate ao abate clandestino.
Segundo o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, os matadouros regionais são importantes para a saúde sanitária, para a arrecadação estadual e contribui para o adensamento da cadeia da carne e couro, na região Pré-Amazônica. “Estamos trabalhando para que os subprodutos provenientes do abate sejam beneficiados na própria região, garantindo assim, a geração de emprego, renda e desenvolvimento local”.
O Governo do Estado construirá inicialmente cinco matadouros mistos, nas regiões Timbiras, Pindaré, Pré-Amazônia, Médio Mearim e Baixo Turi, beneficiando diretamente 1.407.489 habitantes, ou seja, 21.42% da população do estado com carne saudável e segura.
“Com o Promar, vamos oferecer aos maranhenses uma carne segura e de qualidade, melhorando a qualidade de vida, inclusive em questões de saúde pública, além de movimentar as economias das regiões”, afirmou o secretário adjunto de Agricultura e Pecuária, Edjahilson Souza, durante a apresentação do projeto.
Edjahilson Souza explicou que a parceria entre o Governo do Estado e os municípios vai permitir que uma parcela significativa da população seja contemplada em todas as etapas dessa cadeia produtiva da carne.
A próxima etapa é a assinatura de termo de compromisso pelas prefeituras. Os municípios sede devem disponibilizar a área onde será construído o matadouro, com dimensão mínima de 40 mil m² (4 hectares) cada um. A parceria prevê, ainda, a manutenção da atividade dos Serviços de Vigilância Municipal, identificação e embargo dos pontos de abate e comercialização de carnes clandestinos e a divulgação do programa e realização de campanha educativa sobre carne segura.
As cidades localizadas a maior distância das sedes deverão também construir entrepostos para o recebimento da carne, com câmara frigorífica e adequações necessárias. Caberá à Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) o registro dos estabelecimentos.
“Não só a cidade de Presidente Dutra, como toda a região tem muito a ganhar. Nós estamos à disposição para fazer essa parceria com o estado e melhorar a qualidade de vida das pessoas”, reforçou o prefeito, Juran Carvalho.
O secretário municipal de Agricultura de Presidente Dutra, Robson Carvalho, afirmou que o matadouro vai mudar o panorama da pecuária de nossa região. “Os produtos da cadeia produtiva terão maior valor, o que vai atrair mais investimentos devido aos recursos que permanecerão dos impostos gerados e do comércio”, afirmou. Ele considera que a iniciativa vai beneficiar a saúde, o bem-estar da população e a economia de Presidente Dutra.
Mais Produção
Lançado em dezembro, o Programa ‘Mais Produção’ reúne ações para fortalecimento de 10 cadeias produtivas prioritárias, entre elas, a de carne e couro. O governador Flávio Dino anunciou investimentos de mais de R$ 62 milhões para o setor produtivo.
O ‘Mais Produção’ é parte das estratégias do Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab), voltada para o fortalecimento da produção agropecuária no estado. As ações do programa serão focadas no abastecimento e busca da autossuficiência, além de agregar valor aos produtos maranhenses.
Para secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, Márcio Honaiser, as ações do ‘Mais Produção’ avançam em ritmo acelerado, em todas as cadeias produtivas. “As secretarias componentes do Sepab [Sistema Estadual de Produção e Abastecimento estão trabalhando em cada uma das 10 cadeias produtivas. A implantação do projeto dos matadouros regionais e a entrega de sementes de milho e arroz para os produtores, neste início de ano, são exemplos da dedicação de todos ao programa”, declarou. A Sagrima é a pasta que coordena as ações do Sepab.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!