sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Maranhão terá mais concursos públicos neste ano, diz Flávio Dino





Em entrevista ao jornal Folha Dirigida, o governador Flávio Dino confirmou que o Maranhão terá mais concursos públicos importantes neste ano. Entre eles, para a Educação e o Corpo de Bombeiros.

A Folha Dirigida - especializada em concursos - mostra que em 2017 foram mais de 4 mil vagas no Estado.

Nosso plano é continuar fazendo concursos anualmente, com um grande número de vagas nas áreas da Educação e Segurança, por exemplo”, disse o governador.

Também estamos pensando para outros órgãos menores que, de certo modo, estão precisando de pessoal. O Procon é um exemplo. Mas querermos abrir em torno de mil vagas ainda no primeiro semestre deste ano. É um planejamento imediato do governo.”

Flávio também disse que havia alguns concursos autorizados para o ano de 2017, mas que precisaram ser adiados. “É o caso da seleção para a Fundação da Criança e do Adolescente, a Funac-MA, que estava previsto para ocorrer no último ano. Agora, ele está em fase de planejamento, e por isso ainda não há um número de vagas definido. Outro concurso que sai em 2018 é o da Secretaria de Planejamento, que ofertará vagas para analista de planejamento”, contou.

Flávio lembrou que a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) já está fazendo concurso com mil vagas.

Mas nossa maior demanda ainda é na Segurança. Quando assumi, tínhamos menos de 10 mil policiais. Hoje, temos em torno de 12 mil e, com esse concurso [da PM], chegaremos a 14 mil. Mas a meta é chegar em torno de 16 a 18 mil policiais para garantir uma segurança de qualidade. A expectativa é que haja mais uma seleção para a corporação. O Maranhão precisa de pelo menos mais dois mil policiais”, disse.

Veja aqui a íntegra da entrevista na Folha Dirigida: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!