quarta-feira, 21 de março de 2018

Em Brasília, vice-governador é recebido por ministro do Trabalho para debater instalação da siderúrgica CBSteel no Maranhão





Ainda durante a passagem da comitiva chinesa pelo Brasil, que em breve iniciará as obras de instalação da siderúrgica CBSteel no Maranhão, o vice-governador Carlos Brandão, representando o governador Flávio Dino, liderou encontro entre o coordenador de imigração do Ministério do Trabalho e Emprego, Hugo Gallo, e o grupo chinês que hoje integra a equipe que encabeça a CBSteel. O momento aconteceu na capital federal, nesta quarta-feira (21), onde o vice-governador cumpre agenda ao longo da semana e contou também com a presença do secretário de Trabalho e Economia Solidária, Julião Amin.

O ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, também participou da reunião que serviu para esclarecer a Legislação Trabalhista Nacional, além de fornecer informações essenciais sobre o que hoje é a realidade e prevista pelo Conselho Nacional de Imigração."Os detalhes dessa discussão deverão ser tratados com maior atenção ainda, assim que os membros da CBSteel nos fornecerem o cronograma evolutivo das fases de implantação da empresa, no quesito contratação de mão-de-obra", esclareceu o vice-governador, que tem acompanhado cada detalhe do projeto, desde a sua concepção até as fases conclusivas.

Sobre a proposta de investimentos para o Maranhão, o ministro interino Helton Yomura foi categórico: "O projeto CBSteel tem do Ministério do Trabalho todo o nosso apoio para o bem e para o desenvolvimento do Maranhão e do Brasil" .

O governo Flávio Dino avança, com esse importante debate, mais um fundamental passo para a efetivação de um projeto internacional que contará, no futuro, com grande transferência de tecnologia e oferta de emprego e renda para os maranhenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!