quarta-feira, 7 de março de 2018

Mais dignidade: Riachão e Estreito recebem unidades do ‘Escola Digna’





Um casebre abandonado, ao lado de um curral de bodes, feito de taipa e sem banheiro. Essa era a realidade da Escola Municipal José Bonifácio, no povoado Campina, em Riachão, antes de receber, nesta quarta-feira (7), do Governo do Estado, uma escola digna completamente nova e equipada.

Os 27 alunos estudavam em uma única sala e conviviam diariamente com o fedor de um curral que fica ao lado da antiga escola e com a total falta de estrutura. “As carteiras eram de madeira, não tinha ventilador e quando a gente queria ir no banheiro ia no mato mesmo”, afirma o aluno Luís Flávio Araújo Almeida de 12 anos.

Para o professor Antônio Carlos de Sousa Soares, o ensino era prejudicado pela falta de condição física. “Antes nós não tínhamos nada. A escola funcionava em uma casa abandonada e a gente se virava pra ensinar e assim, ajudar as crianças. Agora, com a essa nova estrutura, está muito bom. É nessa hora que a gente percebe a valorização da educação e do profissional", ressaltou.



A inauguração da nova escola contou com a presença do vice-governador Carlos Brandão; do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão; o deputado estadual, Rogério Cafeteira; o prefeito de Riachão, Joab da Silva Santos, entre outras autoridades locais.

O povoado Campina, que fica a 50 km da sede de Riachão, também recebeu um poço de abastecimento de água. “Nós aqui em Riachão estamos muito felizes com a parceria com o governo Flávio Dino, que está trazendo vários benefícios como o ‘Mais Asfalto’, escolas dignas e esse poço artesiano, que trará muito mais qualidade de vida para esse povo”, afirmou o prefeito de Riachão Joab da Silva Santos.

Para o vice-governador Carlos Brandão, o Maranhão vive um momento de prosperidade e mudanças reais e significativas. “A bandeira da educação é a maior preocupação do nosso governo. Países como a Finlândia e a Coreia do Sul só conseguiram elevar seus índices de desenvolvimento após investir maciçamente em educação.  Por isso, não tenham dúvidas: esse é o caminho. Este é o maior legado que podemos deixar para as nossas crianças, os nossos jovens”, ressaltou.

O vice-governador também destacou que esta não é uma iniciativa isolada. "O programa Bolsa Escola também tem mudado significativamente a vida das pessoas. Um milhão e duzentas mil crianças e jovens são atendidos por ele. Além do Bolsa Escola, foram entregues quarenta escolas de tempo integral. Até o fim do ano, serão 26 escolas profissionalizantes, em todo o Maranhão, e setecentos mil fardamentos escolares estão sendo entregues aos alunos do Ensino Médio", comemorou.

A cada três dias de governo, o governador Flávio Dino entrega duas escolas no Maranhão. O Programa Escola Digna avança em todas as regiões do estado levando dignidade aos estudantes, pais e professores. E a parceria entre o Governo do Estado e os municípios em favor da educação não se limita apenas à qualificação e construção de escolas, mas também em formação dos profissionais da educação, o programa de regularização do fluxo escolar (Avança), com a assessoria técnico-pedagógica às redes municipais, entre outras ações”, enumerou o secretário Felipe Camarão.

Estreito


Nós estamos muito agradecidos pelo governo ter feito essa escola aqui pra nós, ‘pros’ nossos filhos, porque a dificuldade era muito grande pra gente, muitas criancinhas pequenas pegavam sol, chuva. Quando não tinha aquela ponte ali a gente atravessava na lama com eles nas costas pra levar eles pra escola”, declarou emocionada a lavradora Ana Maria dos Santos Costa, mãe de três crianças que estão entre as 200, que receberam, nesta quarta, o novo prédio da Escola Municipal Joana D’Arc, em Estreito.

A nova unidade escolar foi construída pelo Programa Escola Digna, do Governo do Estado, em parceria com a empresa Algar, e que conta com quarto salas de aula, banheiros, cozinha, secretaria e sala de professores, um investimento da ordem de R$511.351,90.

De acordo com a gestora geral da escola, Fábia Zuradia da Fonseca, a antiga sede não possuía estrutura adequada para as práticas escolares e atividades lúdicas com os estudantes, além da dificuldade de acesso para alguns pais e responsáveis para levar os alunos às aulas.

Não só eu, mas todo o corpo docente e discente, estamos agradecidos ao Governo do Estado por essa nova estrutura. A minha felicidade é também a alegria de todo o povo de Estreito. Agradecemos primeiramente a Deus e em segundo lugar ao governador Flávio Dino e ao secretário Felipe Camarão por estarmos recebendo uma estrutura digna de nossas crianças. Daqui pra frente vai ser melhor para todos nós”, destacou a gestora.

Após agradecer os investimentos do Governo do Estado, o prefeito de Estreito, Cícero Neco, "a nova estrutura receberá alunos de quatro bairros da região, acabando com a ocupação em três prédios cedidos para o funcionamento da escola, o que ajudará na centralização das atividades em um único prédio e irá melhorar a aprendizagem dos estudantes", concluiu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.