quarta-feira, 7 de março de 2018

UemaSul promove atividade de recepção aos estudantes calouros e veteranos




O início do primeiro semestre letivo de 2018 marca um importante ciclo para a Universidade Estadual da Região Tocantina (UemaSul). Há 1 ano, com a Aula Inaugural promovida pela reitoria, começavam oficialmente as primeiras aulas e no intuito de acolher e familiarizar os estudantes no ambiente universitário, a instituição promoveu nesta segunda-feira (05), a abertura do III Semana do Calouro. Nos três turnos no campus de Imperatriz, e no turno noturno do campus de Açailândia, foram ministradas aulas magnas, com a participação de convidados, em uma programação que segue até sexta-feira (9).



Em Imperatriz, durante a manhã, o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, ministrou a aula com o tema: A educação como agente de transformação social. “Temos que pensar que tipo de educação que nós queremos. Se é uma educação transformadora, que busque acabar com as violências, como as violências sociais, que é a maior de todas, ou se é uma educação que serve meramente para produzir riqueza material”, destacou o secretário, que é aluno egresso do antigo CESI/UEMA. Além do secretário, as professoras Fabrícia Carvalho, do Centro de Defesa dos Direitos Humanos, e Magali Nascimento, da Fapema, também proferiram palestras no campus de Imperatriz.
 
Em seu discurso, durante a abertura do evento, a reitora Elizabeth Nunes Fernandes reiterou o compromisso da gestão com o fortalecimento e com a expansão da UemaSul e deu as boas-vindas a todos os estudantes. “A UemaSul de hoje é a concretização de um sonho antigo, e, hoje, a presença de vocês aqui faz com que a gente sonhe cada vez mais alto, com outros horizontes”.

Em Açailândia a atividade reuniu estudantes dos quatro cursos oferecidos no campus, e entre eles estava o Sérgio Estevão, calouro do curso de Gestão Ambiental. “Na verdade, eu sou o primeiro da minha família a entrar em uma universidade. Moro em Itinga e sou de família humilde, então a expectativa para iniciar as aulas estava a maior possível. Espero me sair bem no curso e me sentir acolhido pela universidade em um evento como esse é fundamental para começar com o pé direito”, afirmou o estudante.

Obras

Em Imperatriz, a programação contou com a entrega da Biblioteca João do Vale para a comunidade acadêmica, depois das obras de reforma e da readequação das mobílias; e com o anúncio da ampliação do auditório, feito pelo secretário Clayton Noleto.

Já o campus de Açailândia, que atualmente passa por reformas, também receberá uma intervenção da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). A proposta é construir um novo bloco com salas de aula e laboratórios para contemplar os quatro cursos do campus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.