sexta-feira, 6 de abril de 2018

Em Boston, Flávio Dino conhece projetos sociais e discute parcerias com prefeitura





Nesta quinta-feira (5), o governador Flávio Dino participou de uma série de reuniões no Bolling Municipal Building, em Boston (EUA), sede da secretaria de educação do município. A visita teve como objetivo conhecer e debater políticas sociais implantadas pela cidade norte-americana em parceria com organizações não-governamentais.

Os projetos apresentados pela Prefeitura de Boston tratam, principalmente, de moradia popular, incentivo a pequenos negócios, restauração de prédios históricos e formação de jovens para o mercado de trabalho. Com esse conjunto de políticas, a prefeitura e as entidades buscam humanizar a cidade, garantindo a saúde econômica dos distritos, com oferecimento de serviços públicos e desenvolvimento socioeconômico em todas as regiões.

Nós confirmamos caminhos, e, ao mesmo tempo, conhecemos experiências que levam a novas propostas, novos programas. É muito importante ver experiências de gestão das cidades, com a preocupação social de construir uma cidade mais justa, mais inclusiva; ver a importância da atuação do Governo e dos parceiros privados para viabilizar os projetos”, diz o governador Flávio Dino.

Para o diretor de pesquisa e desenvolvimento social da prefeitura de Boston, Álvaro Lima, as ações estão construindo uma cidade mais moderna e acolhedora para as futuras gerações. “O resultado dessa política é que nós temos uma cidade mais orgânica, com forte participação popular no desenvolvimento dessas políticas”.

Visita a projetos sociais

Além das reuniões, o governador Flávio Dino também visitou projetos sociais de moradia popular, no bairro de Roxbury, onde a esfera municipal, com apoio das ONGs, planeja o desenvolvimento do bairro junto com os moradores da região.

Para a implantação das moradias populares, as entidades também planejam transporte, educação, lazer e comércio, com incentivos a pequenas empresas, para garantir que tenham vivacidade e possam gerar renda no bairro.

É uma política econômica inclusiva, tanto de gênero, quanto racial”, defende Karilyn Crockett, diretora de política econômica e pequenos negócios da prefeitura de Boston.

A visita também incluiu projetos de restauração de casarões históricos, realizados pela ONG Historic Boston Incorporated.  A entidade projeta e oferece financiamento primário para a reforma dos imóveis, dando um uso moderno aos prédios históricos, para que possam contribuir com a cidade diariamente.

Na visão de Flávio Dino, a experiência de Boston demonstra que foi acertada a opção do Governo do Maranhão de trabalhar em parceria com o setor privado maranhense. “As visitas serviram para confirmar uma série de opções de políticas que nós temos no nosso Governo, a exemplo dos programas Maranhão Solidário e Adote um Casarão, que visa exatamente conjugar esforços públicos e privados, para recuperar parte do patrimônio histórico. O primeiro fruto dessa visão de parceira vai ser a recuperação do Edifício João Goulart, na Praça Dom Pedro II, que já está prestes a começar nas próximas semanas”, garantiu o governador.

Formação profissional

Por meio da ONG Madison Park Development Corporatic, os jovens do bairro Roxbury têm acesso à educação profissional e tutoria em empresas da região, gerando oportunidade e renda para essa faixa etária. Atualmente, o projeto possui 75 alunos.

A iniciativa tem similaridades com o IEMA, a rede de educação profissional em tempo integral do Governo do Maranhão. O próximo passo é fechar parcerias com empresas maranhenses, para garantir a entrada dos jovens formandos no mercado de trabalho. “É uma ideia que tendo sido bem-sucedida aqui, nós pretendemos implantar nas redes IEMA, mediante esse avanço das escolas e a busca de envolvimento de empresas”, disse Flávio Dino.

Também acompanhou a agenda do governador Flávio Dino em Boston, a secretária de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan) Cintia Costa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!