quarta-feira, 11 de abril de 2018

Impedidos de visitar Lula, governadores escrevem carta para ser entregue ao ex-presidente





Um ato político na porta da superintendência da Polícia Federal foi promovido por governadores e senadores, que foram impedidos de visitar o ex-presidente Lula, preso desde o último sábado (7). O protesto diante da proibição teve como ponto alto a entrega de uma carta assinada pelos nove governadores e três senadores em apoio a Lula.


Transcrição da carta:

Estimado Presidente Lula
Querido amigo

Em 09/04/2018

Estivemos aqui e sempre estaremos ao seu lado, firmes na luta.
Infelizmente a Lei de Execução Penal não foi cumprida adequadamente e não pudemos abraçá-lo pessoalmente.

Mas, por nosso intermédio, milhões de brasileiros e brasileiras estão solidários e sendo a sua voz por um Brasil justo, democrático, soberano e livre.
Lula Livre !!

Forte e fraterno abraço;

Flávio Dino (MA)
Tião Viana (AC)
Paulo Câmara (PE)
Renan Filho (AL)
Waldyr Goes (AP)
Camilo Santana (CE)
Ricardo Coutinho (PB)
Rui Costa (BA)
Welligton Dias (PI)

Na saída, houve breves discursos dos políticos e líderes dos movimentos sociais: “Os juízes não deixaram um grupo de governadores de estado e senadores da República visitarem o ex-presidente Lula. Isso não é um favor, mas está previsto na lei. A razão é o exercício da força bruta. A mensagem que eles passam é a seguinte: nós não respeitamos o povo. Mas temos de deixar claro que Lula vale a luta. Ele é a resposta a todos os sonhos de um Brasil mais justo. Somos a voz, o sentimento, os braços e as pernas de Lula. E sairemos vitorioso”, disse Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!