sexta-feira, 6 de abril de 2018

Turbulência na Rede Pública Municipal de Ensino de Lago da Pedra





O momento não é fácil na educação pública municipal de Lago da Pedra. Continua o embate entre os profissionais em educação e a gestão municipal. 

Depois de debates, acordos, desacordos, e falta de consenso, o cenário é conturbado . Os profissionais, que são representados pelo sindicato, Simproesemma, cobram o reajuste do piso, manutenção das 13 horas/aulas semanais, 45 dias do terço de férias, mudança de classe, falta de repasses para o INSS, falta de transparência na licença-prêmio, repasses das mensalidades dos consignados, entre outros.

Por conta disso, a categoria, em assembléia, realizada no início da semana, que contou com a presença de vereadores, optou por uma paralisação de advertência, por 72 horas, ou seja, três dias, a contar a partir da próxima segunda-feira (09).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!