Governo do Maranhão

Governo do Maranhão
Governo do Maranhão

terça-feira, 5 de junho de 2018

OPINIÃO | Respeito aos servidores


Por Robson Paz
O Maranhão tem 110 mil servidores públicos estaduais. É praticamente a população do município de Açailândia, oitavo maior contingente populacional do Estado, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Este exército de homens e mulheres é essencial para a promoção de direitos e a eficaz prestação dos serviços públicos. A despeito das intempéries enfrentadas pelo funcionalismo na maioria dos estados, é notável a política de valorização deste proporcionada pelo governo Flávio Dino.
Ações que vão muito além da política salarial. Melhoria das condições e ambientes de trabalho, capacitação e assistência à saúde.
Uma das conquistas mais simbólicas é a construção do Hospital do Servidor, cuja obra avança com previsão de entrega para este ano. É a devolução de um direito e patrimônio dos servidores, retirados por gestões passadas.
Não por acaso, aqueles que negaram aos servidores atendimento no antigo Hospital do Ipem e os submeterem ao deslocamento para hospital, no município de São José de Ribamar, acionam a Justiça contestando o investimento, que dará acesso dos servidores ao novo hospital.
Coincidentemente, os diligentes autores da ação foram acusados pela Polícia Federal de comandarem Organização Criminosa (Orcrim), que teria desviado R$ 1,2 bilhão da saúde estadual.
Pois bem. Não bastasse o investimento para garantir melhor assistência à saúde dos servidores, o governador Flávio Dino é dos poucos que têm mantido em dia e, no mais das vezes, antecipado o pagamento dos funcionários públicos. Com a crise do país, cerca de 17 estados quebraram, muitos destes atrasaram ou parcelaram salários dos servidores.
É também o Maranhão reconhecido nacionalmente por pagar o maior salário do país para professores em início de carreira com jornada de 40 horas semanais. Em três anos, o atual governo concedeu o equivalente a 30,35% de reajuste para os professores da rede estadual. Índice acima da inflação.
Mais de 22 mil professores receberam benefícios de progressões, titulações, estímulos e promoções na carreira e o governo fez concurso público para 1.500 docentes, que aprovados já exercem suas funções.
Também foram valorizados policiais civis e militares. Mais de 3,5 mil novos policiais foram contratados e está em andamento concurso público para contratação de 1,2 mil novos policiais militares. Outros 8 mil policiais receberam promoções, nos últimos três anos.
Somadas, as duas categorias representam mais da metade dos servidores do Estado e atuam em áreas essenciais para a população. Os resultados desse investimento começam a aparecer com a melhoria do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e redução dos indicadores de violência. São Luís deixou a lista das 50 cidades mais violentas do mundo.
Com a ampliação dos serviços públicos foram realizados seletivos e concursos públicos em diversas áreas. Certames que garantiram a geração de milhares de empregos e renda.
Noutra dimensão, os servidores terão acesso a mais de dois mil apartamentos com preços 25% mais baratos que o valor de mercado. Isto é respeito aos servidores, que fazem a diferença na construção de um Maranhão melhor e mais justo para todos.
Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!