sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Juíza de Coroatá age politicamente parra favorecer Nelma Sarney no Judiciário





Após as revelações de sua ligação com vários membros da família Sarney, a juíza Anelise Reginato tem adotado posturas que mostram que as relações são ainda mais próximas. O pedido de desfiliação da juíza da Associação de Magistrados do Maranhão (AMMA) foi uma delas.

Mesmo após a publicação de Nota de Apoio à juíza publicada na manhã de hoje, a magistrada pediu desfiliação da AMMA, a maior e mais importante instituição de apoio aos juízes e desembargadores do Maranhão. Em seu pedido de retirada da associação, ela diz não ter recebido solidariedade.

No entanto, os documentos comprovam que a AMMA já havia publicado nota de desagravo a favor de Anelise antes da ação atabalhoada. O presidente da AMMA informou na nota que desde quinta-feira está em contato com Anelise e colocou toda a estrutura da AMMA à disposição para ajudá-la.

Mas a juíza de Coroatá, que deu ganho de causa a Tereza Murad em ação contestada pelo Ministério Público, foi a público dizer que nada foi feito a seu favor. E o mais revelador: uma das primeiras vozes a sair em sua defesa foi o deputado Edilazio Júnior – genro da desembargadora Nelma Sarney.

Nos bastidores do Poder Judiciário, sabe-se que Nelma guarda bastante mágoa do presidente da AMMA, o juiz Angelo Santos, por não apoiar sua candidatura à presidência do Tribunal de Justiça. Assim, as relações perigosas vão se tornando cada vez mais claras para o público maranhense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!