terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Começam as matrículas nas escolas da rede estadual de educação




As matrículas para o ano letivo de 2019 nas escolas da rede estadual de ensino começaram nesta segunda-feira (7). Os estudantes que realizaram a pré-matrícula online, no site da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), têm até o dia 18 (sexta-feira) para comparecer às escolas onde tiveram suas vagas reservadas e entregarem os documentos solicitados.

No total, foram ofertadas 110 mil vagas para a 1ª série do Ensino Médio em 711 escolas da rede estadual de ensino nos 217 municípios maranhenses, incluindo os 36 Centros Educa Mais (Escolas de Educação Integral).

A relação com os nomes dos estudantes e as escolas em que tiveram as vagas reservadas está disponível no site do Siaep (Sistema Integrado de Administração de Escolas Públicas), no endereço eletrônico http://siaep.educacao.ma.gov.br/.

Em todo o estado, muita gente procurou as escolas na manhã desse primeiro dia de matrícula. No Centro de Ensino Maria José Aragão, na Cidade Operária, alguns pais compareceram à escola nas primeiras horas do expediente. Na escola as 120 vagas ofertadas para a primeira série do Ensino Médio foram reservadas no primeiro dia de pré-matrícula online.

Nesse primeiro dia, tudo transcorreu dentro da normalidade. Nós nos preparamos com três funcionários para atender os pais. E este ano o sistema está bem mais fácil, porque se a gente quiser pode até fazer a matrícula diretamente no Siaep e depois só imprime o dossiê já preenchido. Aqui, a partir da matrícula nós temos um segundo momento que é de entrevista onde atendemos individualmente cada pai com seu filho para conhecermos melhor a história daquele aluno, e para que ele tome conhecimento das regras da escola”, disse Wilson Chagas, gestor da escola.

No Centro de Educação Integral Estefânia Rosa, no Turu, as vagas disponíveis para as três turmas da 1ª série do Ensino Integral, também foram todas reservadas. Uma das vagas ficou com a filha de dona Lúcia Jordan, que logo cedo procurou a escola para confirmar a matrícula da filha, de 15 anos. “As coleguinhas dela falaram dessa escola para ela, uma escola de tempo integral, ela vai ter mais chance de aprender. Então, acho que vai ser melhor ‘para’ a educação dela, ocupar mais a mente com estudo. É uma novidade para nós. A ideia da pré-matrícula foi muito boa porque a gente não precisa enfrentar aquela fila, é mais confortável, a gente não fica naquela ansiedade se vai conseguir, já chega com a garantia de que já tem uma vaga”, disse a mãe.

Oferecemos três turmas para a 1ª série do Ensino Integral, cada turma com 40 alunos. E graças a Deus todas foram preenchidas na pré-matrícula. A pré-matrícula online facilitou muito o nosso trabalho, porque o aluno que vem para cá já está com a vaga garantida, nós já sabemos quantos pais nós iremos receber. E a escola está preparada para receber esses alunos cujos pais confiaram em nosso trabalho”, disse a professora Márcia Quirino, Diretora Auxiliar Administrativo do CEIN Estefânia Rosa.

Vanda Maia foi cedo ao Centro de Educação Integral Almirante Tamandaré, na Cohab, fazer a matrícula do filho Thalysson Laerte Maia, de 15 anos, na 1ª série. “A ideia de estudar aqui foi dele mesmo, e eu achei muito bom. Espero que uma boa educação, que ele se adapte na escola e que seja um bom aluno como tem sido até hoje”, explicou.


O CEIN Almirante Tamandaré está no terceiro ano de ensino integral e ofertou 200 vagas, todas preenchidas em 3 dias. “E a comunidade ainda está vindo aqui em busca de vagas. Primeiro vamos fazer as matrículas dos alunos que fizeram reserva via internet e dependendo da demanda, podermos abrir mais uma turma. Como eu tenho dito, este será o nosso ano de resultados, estamos indo para o terceiro ano de ensino integral, e estamos caminhando para a excelência no ensino ofertado aos nossos alunos”, disse o professor Oberdam Sá, gestor da escola.

Paralelo às matrículas para a 1ª série, são realizadas as rematrículas para os alunos das 2ª e 3ª séries. E Wagner de Jesus não perdeu tempo, foi ao Centro de Ensino Cidade de São Luís, na Cohab, renovar a vaga da filha Gemima Lins, na 3ª série do Ensino Médio. “Eu gosto muito da escola, pelas referências que Gemima dá quando fala da escola e pelo aprendizado que ela tem. E a expectativa para esse terceiro ano é muito boa, esperamos que a escola terá uma boa estratégia para fazer com que os jovens possam ter cada vez mais possibilidades de chegar onde ele deseja”, afirmou Wagner.

Esse é um momento decisivo para nossa turma. E todo mundo diz que o terceiro ano é uma revisão das séries anteriores, que é um ano fácil. Mas, eu acho que tudo vai depender da nossa dedicação, da nossa prática de estudo. E a minha expectativa é muito boa”, concluiu Gemima Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!