Clique no banner e conheça o programa

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Dino: "Em vez de piadas, ofereceria as garantias possíveis a Wyllys"





O governador do Maranhão, Flávio Dino, usou sua conta no Twitter nesta sexta-feira (25) para dizer que, se fosse no seu poder de esfera, sua atitude com o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) seria diferente e atuaria dentro dos parâmetros estabelecidos na Constituição Federal. 

"Se estivesse na minha esfera de decisão, em vez de 'piadas' ou 'comemorações', chamaria o deputado Jean Wyllys e ofereceria as garantias possíveis. Seria o correto, em respeito a ele, aos seus eleitores e à democracia representativa assegurada pela Constituição", defendeu o governador.


Nesta quinta-feira (24), logo após ser noticiado que o deputado Jean Wyllys decidiu não retornar ao Brasil (ele está em férias no exterior) e que abriu mão de seu terceiro mandato por causa das ameaças de morte que vem recebendo, o presidente Jair Bolsonaro, desafeto do deputado, publicou em seu twitter, em tom de piada, a expressão "Grande dia!", em uma óbvia referência ao auto-exílio de Wyllys. Os filhos de Bolsonaro, Carlos e Eduardo, seguiram o pai na 'comemoração". Nenhum deles teve coragem de assumir que estava debochando da situação dramática do deputado do PSOL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!