terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Mais Renda estimula a geração de renda e melhora a vida de centenas de trabalhadores informais



As vendas dos meus produtos tiveram um aumento de aproximadamente 70%, graças ao incentivo do Programa Mais Renda. Hoje, consigo planejar e viajar com minha família nas férias escolares da nossa filha, algo que antes nos parecia apenas um sonho distante e que por muito tempo acalentamos”.

O relato é da vendedora de lanches, Kátia Ferreira, 45 anos, uma das beneficiárias do Programa Mais Renda, ação do Governo do Maranhão voltado à geração de renda por meio da estruturação de pequenos empreendimentos informais dos setores populares. A iniciativa é executada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), sob a coordenação da Gerência de Inclusão Socioprodutiva (Gisp).

Com investimento de cerca de R$ 5 milhões, o programa já influenciou positivamente no empreendimento de 1.770 trabalhadores em diversos municípios maranhenses. Desse total, 1.482 foram atendidos no setor da alimentação e 288 na área na beleza. Entre os municípios contemplados estão São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Caxias, Imperatriz, Açailândia, Timon, Codó, São Mateus, Araioses, Santo Amaro, Primeira Cruz e de Água Doce.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Francisco Oliveira Júnior, o Mais Renda tem exatamente esse viés de oportunizar a inclusão produtiva de trabalhadores que atuam na informalidade com pouca ou nenhuma estruturação, como é o caso da vendedora ambulante Kátia Ferreira.

Com o programa, o Governo do Estado consegue alavancar centenas de pequenos empreendimentos informais do ramo da alimentação e da beleza, contribuindo para ampliação de sua renda e a melhoria qualidade de vida das famílias contempladas pela ação. Por isso, os relatos de vida são tão positivos e nos mostram que estamos no caminho certo”, observou o secretário.

O Mais Renda é desenvolvido em etapas que compreendem seleção, capacitação e fomento. Para participação no programa, os interessados têm de atender alguns critérios, como estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e ter renda mensal, por pessoa da família, de até meio salário mínimo, desde que já atuem ou pretendam atuar como empreendedores do setor alimentício ou de beleza.

A capacitação ministrada aos participantes inclui os eixos técnico, humano e gerencial com os temas como Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos; Higienização Ambiental e Pessoal; Relações Humanas, Empreendedorismo; Comunicação e Liderança; e Conceitos e Ferramentas da Gestão da Qualidade.

Após esta etapa, com auxílio de consultores, os beneficiários construirão seus Planos de Negócios Individuais, com a finalidade de iniciar ou dar continuidade ao empreendimento de forma planejada.

Depois de cumprir todas as etapas previstas pelo programa, os beneficiários receberão um Kit Negócios contendo fardamento oficial do Mais Renda, utensílios e equipamentos. Para os trabalhadores do ramo de alimentos, o Governo do Estado disponibiliza materiais de trabalho como carrinhos próprios para a venda de cachorro-quente, churrasquinho, tapioca ou batata frita, de acordo com a necessidade de cada um. Já para a área da beleza, o kit é composto por secadores, chapinhas, lavatórios, entre outros acessórios.

Os beneficiários do programa são acompanhados por profissionais na área do direito, contabilidade e nutrição, durante um ano. Entre as orientações prestadas nessa etapa estão as informações sobre a inscrição deles na categoria Micro Empreendedor Individual (MEI).

A vendedora de cachorro-quente, Michele Reis, 38 anos, também comemora os bons resultados de suas vendas após inclusão no Programa Mais Renda. Atualmente, ela comercializa seus produtos nas imediações do prédio da Sedes, e já começa a formar uma clientela fiel.

Eu vendia suquinho na praia. Hoje, com o carrinho que recebi do programa, tive um salto significativo em minha renda mensal. Para mim, que tenho uma filha menor com muitos gastos, o programa teve importância fundamental”, relata Michele Reis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!