quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

População recebe orientação sobre prevenção da hanseníase em blitz educativa




A população recebeu orientações sobre prevenção, diagnóstico e tratamento da hanseníase em blitz educativa, nesta terça-feira (7), na Avenida dos Franceses, em São Luís. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) intensificou as ações preventivas durante o Janeiro Roxo, mês dedicado conscientização e combate da doença.

Manchas brancas ou avermelhadas na pele com perda de sensibilidade são sinais da hanseníase. Para alertar a população, profissionais de saúde do Centro de Saúde Genésio Rêgo realizaram a blitz educativa. “O objetivo é alertar a sociedade civil sobre os sinais e sintomas da hanseníase e incentivar a procura pelos serviços de saúde; mobilizar os profissionais de saúde quanto à busca ativa de casos novos e exame de contatos, visando interromper a cadeia de transmissão de forma precoce e oportuna”, ressalta a diretora-geral do Centro de Saúde Genésio Rêgo, Larissa Moraes.

Durante a atividade, a equipe do Centro de Genésio Rego foi até a Avenida dos Franceses, onde entregou panfletos, material educativo e conversou com os motoristas, pedestres e passageiros de ônibus sobre a importância da prevenção. “O objetivo da nossa ação é promover a divulgação sobre os sinais e sintomas da hanseníase e incentivo à procura pelos serviços de saúde. Com essa atividade fora da unidade, buscamos atingir um grande número de pessoas, afinal, todos precisam estar informados para que a detecção de casos novos seja o mais breve possível”, disse a coordenadora de enfermagem Katiane Marinho.


Para Alteredo Almeida, de 68 anos, é fundamental orientar a população em ações de saúde. “É muito importante a realização das campanhas, pois ajudam na conscientização da população que passa a buscar os serviços de saúde. O governo está de parabéns por essas ações fora das unidades”, comentou.

Hanseníase
A hanseníase é uma doença crônica, transmissível, de notificação compulsória e investigação obrigatória. Possui como agente etiológico o Micobacterium leprae, bacilo que atinge principalmente a pele e os nervos periféricos, com capacidade de ocasionar lesões neurais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!