terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Com Pacto pela Paz, mais de 2 mil armas são retiradas de circulação no Maranhão


Policiais premiados receberam cheques de R$ 20 mil reais (Foto: Karlos Geromy)


Mais de 2 mil armas já foram apreendidas no Maranhão depois da implantação da premiação de policiais civis e militares, sendo 1.427 apreensões apenas no ano passado e que teve a solenidade de reconhecimento dos policiais realizadas na segunda-feira (11).

A ação, estabelecida em 2016 a partir da Medida Provisória 219/2016, faz parte do Pacto pela Paz, gerido pelas Secretarias de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Segurança Pública (SSP).

Os policiais premiados recebem, cada um, um cheque de 20 mil reais, sendo que alguns foram premiados pela terceira vez. O policial militar Costa Lima, que apreendeu 85 armas no ano passado, ficou em segundo lugar na sua categoria e acredita que as ações da gestão estadual estão no rumo certo.

O governador demonstra preocupação com a população maranhense quando premia os policiais por esse trabalho preventivo. No 16º Batalhão, sob o comando do major Emerson, por exemplo, estamos há dois meses sem homicídios na área e isso é fruto de muito trabalho e da competência de toda a equipe de governo”, avaliou.

O Maranhão possui, hoje, os maiores indicadores de redução de violência no Brasil. Nenhuma outra região metropolitana, no país, reduziu em 60% o número de crimes letais em apenas três anos. Na contramão da campanha armamentista liderada pelo Governo Federal, o governador Flávio Dino vem conquistando números históricos na segurança pública com o recolhimento de armas e valorização da força policial.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, destacou a importância da valorização desses profissionais e ressaltou que “é a terceira premiação de policiais que mais apreenderam armas no Maranhão, então, é um reconhecimento do Governo do Estado a esse trabalho de salvar vidas, retirando armas de fogo de circulação”.

Nós sabemos, que elas são usadas, inclusive, nos crimes mais graves, que são os crimes contra a vida. Então, agradeço muito ao governador Flávio Dino por esse reconhecimento aos homens e mulheres do sistema de segurança do Maranhão”, completou Portela.

O secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, parabenizou os policiais premiados e as corporações das Polícias Civil e Militar pelo trabalho de controle da segurança pública por meio de ações preventivas, que valorizam, sobretudo, vidas.

Ao contrário do que prega o senso comum, os Direitos Humanos dialogam profundamente com a polícia, uma vez que ambos trabalham em defesa da vida humana. Acreditamos que o trabalho conjunto entre as duas áreas é um caminho bastante promissor para a promoção de uma cultura de paz”, afirmou.

Pacto pela Paz

O governador Flávio Dino instituiu, por meio da Lei nº 10.387, de 21 de dezembro de 2015, o programa Pacto pela Paz, visando reduzir os índices de criminalidade por meio de ações preventivas e educativas, em uma parceria da polícia com a comunidade.

O programa reúne uma série de ações para reestruturação da Segurança Pública do Maranhão. As iniciativas envolvem a contratação de mais policiais, promoções, investimentos em formação profissional, tecnologia e infraestrutura.

O diálogo com a população, através do estreitamento das relações com as lideranças comunitárias, e a realização de cursos e oficinas para estimular a cultura de paz são outras vertentes do programa social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!