Clique no banner e conheça o programa

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Governo do Estado premia policiais por apreensão de armas




Policiais maranhenses, entre civis e militares, foram premiados pelo montante de 1.427 armas apreendidas em 2018. O reconhecimento é um pioneirismo da gestão Flávio Dino e integra o programa Pacto pela Paz.

A premiação foi entregue pelo governador, em solenidade no Salão de Atos do Palácio dos Leões, na manhã desta segunda-feira (11), e contou com a presenças de policiais, familiares e secretários de Estado. O objetivo é estimular e valorizar a polícia do Maranhão, e contribuir para a redução de armas ilegais nas ruas.

Flávio Dino reforçou o significado do momento que se repete anualmente, desde o primeiro mandato, e tem relevância no êxito das ações de segurança e no esforço do trabalho das policiais.

 Escolhemos essa modalidade de reconhecimento por acreditar que estímulos econômicos reforçam a eficiência. Nos alegra ver as equipes otimizando esforços pela redução de armas em mãos erradas nas ruas”, disse o governador.

Defendemos armas nas mãos certas e em uma polícia treinada, preparada e devidamente equipada para a ação. Parabenizo e saúdo os vencedores da premiação, as nossas forças policiais e aos seus comandos por este exímio resultado”, pontuou Dino.

As apreensões influem decisivamente na redução da criminalidade, reforçou o governador. Citando o Estatuto do Desarmamento, Dino enfatizou que o dispositivo contribuiu para um índice três vezes menor no ritmo de crescimento dos homicídios.

O governador frisou, ainda, que o uso indiscriminado de arma de fogo não reduz a problemática em debate.

Por tudo isso, esse momento se reveste de importância fundamental por destacar nosso estado como o de menores indicadores de homicídios, devido às políticas públicas e o empenho das polícias, gerando apreço da sociedade”, acrescentou Flávio Dino.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, pontuou que “a ocasião se traduz no devido e merecido reconhecimento aos policiais do Maranhão, que estão compromissados e coesos com o dever de se defender o cidadão e fazer cumprir a lei, e nos orgulha e alegra prestar-lhes este reconhecimento”.

Foram premiados seis policiais que alcançaram maior número de apreensões de armas no período, sendo três da Civil e três da Militar. As armas apreendidas são fruto de operações das polícias, abordagens a suspeitos e denúncias anônimas. Cada um recebeu valor de R$ 20 mil pela apreensão.

Um dos premiados, o delegado titular de Penalva, Leonardo Carvalho, enfatizou a importância da premiação. “Esse programa do Governo Flávio Dino reflete imediatamente em uma menor quantidade dos crimes de homicídios e crimes contra o patrimônio”, afirmou.

Esse resultado é de grande valia para a sociedade. Para nós, fica a execução de mais um bom trabalho pela maior segurança do cidadão”, acrescentou. O delegado apreendeu 47 armas, resultado de operações que estavam em andamento.

Lotado no 16° Batalhão de Chapadinha, o sargento da Polícia Militar Emanuel Pacheco Neto é reconhecido por meio do programa pela terceira vez. Nesta última premiação, foi responsável pela retirada de 88 armas de fogo de circulação.

Esse é um excelente programa que contribui para diminuir o número de armas ilegais nas ruas, assim como a ação do crime. Está de parabéns o Governo por essa homenagem e nós e nossos colegas, pelo alcance”, enfatizou.

Segundo o militar, a maior parte das armas são fruto de apreensões em casas de fabricação de armas caseiras.

Os demais policiais reconhecidos foram os investigadores de Polícia Civil, Merval Azevedo Filho, por 47 armas apreendidas e Cleuson da Costa Silva, por 39 armas; e da Polícia Militar, sargento Joelson Lima da Rocha, tricampeão com 90 armas e soldado Cleuson Lima, bicampeão com 85 armas ilegais tiradas das ruas.

Premiação


O prêmio aos policiais civis e militares do Maranhão pela apreensão de armas de fogo é iniciativa do Governo do Estado, por Medida Provisória nº 219, de 28 de março de 2016.

A premiação, que reconhece e valoriza o ato policial, integra o programa Pacto Pela Paz, que tem como objetivo a difusão de práticas para a redução da violência e a afirmação de uma cultura de respeito às leis e aos direitos humanos.

Solenidade

Presentes ao evento, o vice-governador, Carlos Brandão; o delegado-geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Jorge Luongo; e os secretários de Estado de Governo, Antônio Nunes e de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves.

Compareceram também o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Héryco Coqueiro, representando o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; os deputados estaduais Ana do Gás e Duarte Júnior, representando o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto; o deputado federal Rubens Pereira Júnior; e autoridades das polícias Civil e Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!