domingo, 29 de março de 2020

Professora confessa envolvimento no assassinato de empresária desaparecida em Vitorino Freire



Professora Franciane Lima (suspeita), e a empresária Leuda 


A professora Franciane Lima Rocha, de 33 anos, confessou à Polícia Civil que assassinou a empresária Leuda, mais conhecida como Leuda Construções, em Vitorino Freire, que fica a 315 km de São Luís.

Leuda desapareceu na última sexta-feira (27). No intuito de localizar a empresária, após o registro de um B.O, familiares e amigos divulgaram o desaparecimento nas redes sociais.

Após levantamentos, a polícia chegou a uma suspeita, Franciane Lima. Localizada, na manhã deste sábado, 28,  a professora foi levada à Delegacia. Após prestar depoimento, foi liberada.

Não convencido dos argumentos da professora, e com elementos técnicos em mãos, ainda ontem, no período da tarde, o delegado pediu que a suspeita fosse levada novamente para a Delegacia. Após cair em contradição, Franciane Lima acabou confessando que ela com mais dois comparsas mataram a empresária.

De acordo com a suspeita, os comparsas: Gonçalo, seu namorado,  e Esmael, tentaram assaltar a empresária na noite anterior ao assassinato.

Ainda segundo a suspeita, os comparsas sumiram com o corpo, que ainda não foi encontrado.

A polícia tenta localizar o corpo, e os homens citados pela suspeita. A motivação do crime ainda falta ser esclarecida.

3 comentários:

  1. Era uma mulher batalhadora #vitorinofreireestadeluto

    ResponderExcluir
  2. Ela era diretora da escola municipal Maria tomazia. E não professora.

    ResponderExcluir
  3. Ela é a diretora da escola. Próximo a casa da vítima. E não professora. A vítima inclusive trabalhava na mesma escola de educação infantil do município. Maria tomazia o nome da escola

    ResponderExcluir

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Walney Batista. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, preconceituosos, ou que incitem o ódio e a violência.
Obrigado por nos acompanhar!